Golpe usa TeleSUS para clonar WhatsApp – Veja como se proteger

Golpe usa TeleSUS para clonar WhatsApp - Veja como se proteger
Golpe usa TeleSUS para clonar WhatsApp – Veja como se proteger – Reprodução

Golpe usa TeleSUS para clonar WhatsApp – Veja como se proteger. Um um novo golpe que tem circulado pelo WhatsApp, criminosos se apropriam do telefone do TeleSUS 136, ferramenta para reunir informações sobre o novo coronavírus, para obter informações pessoais de aposentados e pensionistas do INSS e sequestrar contas do aplicativo.

O Ministério da Saúde, que tem usado o TeleSUS 136 para entrar em contato com os brasileiros, tem alertado sobre as diferenças de abordagem para evitar que mais pessoas caiam no golpe.

Os criminosos entram em contato com a vítima para fazer uma suposta pesquisa sobre os sintomas da Covid-19 — tal qual ocorre com representantes da pasta da Saúde.

A pessoa recebe um código no celular e informa ao golpista. Porém, trata-se de um PIN que libera o acesso ao aplicativo. No mesmo momento, a vítima é bloqueada do Whatsapp e o criminoso passa a usá-lo aplicando golpes.

Após fazer a clonagem, os criminosos tem acesso a lista de contatos da vitima. Então, a partir daí eles utilizam o Whatsapp e pedi transferências bancárias a amigos e família das vítimas. O novo golpe tem deixado a Polícia Civil em alerta.

O que fazer para não cair no golpe?

  1. Certifique de que o número que está ligando é o 136, do Ministério da Saúde;
  2. O TeleSUS nunca pedirá dados pessoais do usuário;
  3. O ministério não envia códigos nem pede doações, por isso não clique em links de brindes e benefícios;
  4. Desconfie de qualquer oferta financeira da pasta e busque informação diretamente no órgão;
  5. Sempre recorra ao Ministério da Saúde para se informar sobre assuntos da pasta e desconfie de fontes não oficiais;
  6. Não compartilhe mensagens que não sejam totalmente seguras;
  7. Utilize a opção “phishing” (roubo de dados) no celular para evitar ataques em aplicativos e redes sociais.

Veja mais