Guarda Municipal é executado quando ia ao trabalho de bicicleta

Autor: Aratu

Publicada em


O Guarda Municipal Wanderson Costa dos Santos, 33 anos, foi morto a tiros quando se deslocava para o trabalho. O crime aconteceu no município de Teixeira de Freitas, a 811 km de Salvador, na noite da última quarta-feira (25/5).

O comandante da Guarda Municipal, Gilson Vieira, disse que Wanderson trabalhava há 13 anos na corporação. Atualmente, o agente estava lotado no Hospital Municipal, o que, para o comandante, pode ter sido um dos motivadores do homicídio.

“Muitos conflitos são registrados na unidade de saúde entre agentes e parentes dos pacientes todos os dias. Como aqui está rendo diariamente uma ‘guerra do tráfico’, uma dessas pessoas pode ter tido algum tipo de briga com o Guarda Municipal. Porém, tudo está sendo investigado”, relata.

Ele frisou ainda que a vítima estava indo trabalhar a bordo de uma bicicleta quando foi abordado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas Wanderson morreu na hora. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Para Vieira, o fato de os agentes municipais da cidade trabalharem sem revólveres é um problema neste tipo de situação. “Somos uma tropa que não dispomos de armas letais, o que pode nos tornar visados”, finaliza.

O corpo de Wanderson dos Santos foi sepultado na tarde desta quinta-feira (26/5) em Teixeira de Freitas. O enterro estava marcado para às 17h. O caso está sendo investigado pelo delegado Marcos Andretta.