Homem acusado de estuprar e estrangular garota de 7 anos será julgado em Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto: Reprodução

O motorista Alexandre Márcio Ribeiro Bacelar, de 44 anos, acusado de estuprar e estrangular uma garota de 7 anos de idade, será julgado na manhã desta quarta (13/09) no Fórum Professor Josaphat Marinho, Comarca de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Alexandre estar privado de liberdade no Complexo Penitenciário da Mata Escura desde setembro de 2016, quando cometeu o crime. Na época a criança tinha sete anos de idade e foi estuprada, agredida com vários golpes na cabeça na Quadra 4, do Cia I. A menina foi levada em estado grave pela família para Hospital Geral do Estado (HGE) na capital baiana. Alexandre foi detido pela Polícia Militar enquanto era espancado por pessoas do bairro.

Naquela oportunidade, Alexandre confessou o crime e disse ter atraído a criança para um terreno, nas proximidades das residências de ambos, oferecendo-lhe algumas moedas. Após a consumação do estupro, Alexandre, tentou estrangular a criança, mas foi flagrado por uma moradora da localidade, que ao ouvir os gemidos da criança, alertou os outros vizinhos. A polícia informou que Alexandre resolveu estrangular a criança porque não conseguiu jogá-la pela janela.

— Joguei ela no chão, bati com a cabeça dela no chão, pisei na cara dela, tentei jogar ela pelo portão para colocar ela dentro de casa, não consegui e larguei lá.

Julgamento

As entidades que prestam serviços de enfrentamento a violência contra crianças e adolescentes estão mobilizadas para sensibilizar toda a população simõesfilhense e o judiciário para que o acusado de estuprar e estrangular a criança tenha a condenação máxima por parte do júri.

O julgamento vai ocorrer no salão da 1ª Vara Criminal da Comarca de Simões Filho, localizado no térreo do Fórum Professor Josaphat Marinho, começando às 8h30, e será presidido pela Juíza de Direito Rosemunda Souza Barreto Valente. Atuarão na acusação um promotor de Justiça do Ministério Público da Bahia e, na defesa, um defensor da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

“Vai acontecer o Julgamento desse monstro e gostaria de pedir a população de Simões filho para ir para está nos apoiando. A justiça sera feita eu Creio. #Deus no Comando Sempre. #Queremos Justiça”, pediu Raquel Silva, mãe da vítima, em seu perfil no Facebook.

Simões Filho-Itaigara: Assalto a ônibus termina com passageira baleada