Hospital de Simões Filho emite nota sobre paciente e diz que não falta recursos na unidade

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Foto Reprodução

A Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI), que  Administra o Hospital Municipal de Simões FIlho, enviou nota de esclarecimento sobre o atendimento ao mototaxista Givanildo da Silva Pereira, de 34 anos, que se encontra internado na unidade de saúde. O paciente em questão sofreu um acidente de motocicleta na tarde desta quinta-feira (02/8). Segundo o irmão da vítima, falta recursos para realização de procedimento cirúrgico na unidade hospitalar. Já o hospital nega a falta de recursos. O paciente continua aguarda regulação para outra unidade de saúde da capital.

VEJA NOTA DO HOSPITAL NA INTEGRA

Nesta quinta-feira (02/08) o Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF) recebeu o paciente RIVANILDO DA SILVA PEREIRA, 34 anos, encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O paciente deu entrada no hospital com uma sutura no queixo e fratura fechada, causada por um acidente. Após passar pela triagem e ser avaliado pelo cirurgião e ortopedista da unidade, foi realizado um procedimento de sutura e redução na perna e, posteriormente, o paciente seguiu para a enfermaria, aos cuidados hospitalares.

Dito isto, o HMSF, sob administração da Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI), deixa claro que em nenhum momento houve falta de recursos para o atendimento do paciente em questão. O Sr. RIVANILDO DA SILVA PEREIRA, encontra-se na tela da regulação do estado aguardando transferência, em conformidade aos padrões cotidianos da casa.

O hospital cumpriu seu papel prestando atendimento ao paciente da maneira ágil e cuidadosa, como acontece com todos que chegam à unidade, e em nenhum momento deixou de realizar suas atividades.