Hospital Municipal de Simões Filho emite nota de esclarecimento sobre caso de idosa

Autor: Redação

Publicada em



O Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF) emitiu uma nota de esclarecimento sobre a paciente Valdeci de Andrade Bispo, de 74 anos, que está internada na unidade de saúde. Ela está passando por um tratamento médico após a família afirmar que houve um erro clínico. Segundo Diego Bispo, de 29 anos, neto da idosa, um técnico de enfermagem, ao instalar um acesso intravenoso na idosa acabou atingindo uma de suas artérias, deixando sua avó com braço inchado. Diante dessa acusação, o hospital negou erro e enviou nota de esclarecimento. [Veja abaixo a nota de esclarecimento do Hospital].

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante de uma recente notícia veiculada Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF), através da Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI), vem esclarecer alguns fatos equivocados, tornados públicos nos últimos dias.

No dia 28 de fevereiro a paciente Valdeci de Andrade Bispo, 74 anos, deu entrada na Emergência Hospitalar do HMSF com suspeita de princípio de infarto. Após atendimento prestado pela equipe médica presente, a paciente foi devidamente medicada. Contudo, para melhor avaliação do caso, constatou-se que a paciente precisaria passar por um procedimento investigativo mais representativo (cateterismo cardíaco), a ser realizado em outra unidade hospitalar – Hospital Geral Roberto Santos, conforme Regulação do Estado.

Porém, devido a uma condição fisiológica individual da paciente, denominada ‘Fragilidade Vascular’ e que afeta algumas pessoas de forma mais rigorosa, como no caso em questão; a mesma apresentou hematoma localizado no punho direito, em decorrência da punção (acesso periférico) venoso utilizado para administração de medicação, conforme diagnosticado e confirmado pelo médico cirurgião/angiologista e plantonista, Dr. Wilson Jorge(CRM 8374).

Dito isto, conforme relatório médico, O PROCEDIMENTO NÃO ATINGIU AS ARTÉRIAS DA PACIENTE, como foi exposto em matéria do portal ‘Simões Filho Online’, tampouco impossibilitou a realização do Cateterismo Cardíaco. A não realização do procedimento é de responsabilidade do hospital onde estava agendado (Roberto Santos).

Sendo assim, com base na avaliação médica, é possível afirmar que o caso envolvendo a paciente Valdeci de Andrade Bispo, seguramente, esteja isento de erro de conduta profissional, sendo peculiar de evoluções previsíveis para indivíduos que sofrem com essa condição física (Fragilidade Vascular). Ressaltando novamente, que o conteúdo divulgado em matéria do já citado portal ‘Simões Filho Online’, é contraditório a verdade dos fatos.

ALIMENTAÇÃO

Outro esclarecimento importante diz respeito à falta de alimentação no dia marcado para realização do procedimento de cateterismo. O HMSF reitera que todo plano nutricional indicado para o caso individual da paciente foi e continuará sendo cumprido de forma eficaz (em anexo relatório nutricional, bem como exames e demais documentos validados que comprovam todo serviço e tratamento prestado a paciente).

QUADRO ATUAL

A paciente segue internada na unidade hospitalar recebendo todo cuidado necessário para sua recuperação. Inclusive, estando programado para a presente data (14/03), a realização do procedimento de punção venosa guiada por ultrassom na unidade, que possibilitará uma melhor resposta para o seu diagnóstico e consequente melhora do tratamento.

O Hospital Municipal de Simões Filho se mantém à inteira disposição para maiores esclarecimentos necessários, reforçando o compromisso, apoio e respeito a paciente Valdeci de Andrade Brito e seus familiares, bem como toda população simõesfilhense.