IBGE abre novo concurso com mais de 2.500 vagas para quem tem nível médio

.

Autor: Redação

Publicada em


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE -abriu 2.658 vagas temporárias. A banca organizadora será a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e as vagas são destinadas à realização do Censo Demográfico 2020.

Vagas

  • Coordenador Censitário Subárea (CCS): 1.343 vagas. Para concorrer à vaga é necessário possuir o ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B. O salário mensal é de R$ 3.100,00;
  • Agente Censitário Operacional (ACO): 1.315 vagas. Para concorrer à vaga é necessário possuir o ensino médio completo. O salário mensal é de R$ 1.700,00.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Além da retribuição mensal acima descrita, o contratado fará jus ao auxílio alimentação, auxílio transporte e auxílio pré-escolar. O contrato terá duração de 12 meses, podendo haver prorrogação. As vagas acima serão distribuídas em todo o território nacional.

Atribuições das funções

Os Agentes Censitários Operacionais realizam atividades relacionadas à parte administrativa e de informática na Unidade em que estiverem lotados, organizando, produzindo e controlando documentos, processos, procedimentos, dados e informações, além de desempenharem uma série ampla de atribuições, que podem ser conferidas no edital.

Já os Coordenadores Censitários Subárea, prevê o edital, responderão “por questões técnicas, administrativas e operacionais, conforme orientações institucionais e de seu superior do quadro de pessoal efetivo do IBGE”, e desempenharão muitas outras tarefas.

Inscrições

As inscrições serão realizadas a partir das 10 horas do dia 25 de setembro até às 16 horas do dia 15 de outubro de 2019, através do endereço eletrônico https://fgvprojetos.fgv.br/concursos/ibgepss2019.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 42,50 para a função de Agente Censitário Operacional e de R$ 58,00 para Coordenador Censitário.

Poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição, os candidatos que se enquadrem em uma das seguintes situações:

  • Forem economicamente hipossuficientes, desde que inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico e membros de família de baixa renda, conforme legislação vigente;
  • Forem doadores de medula óssea, em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Provas

Este processo seletivo será composto apenas por prova objetiva, etapa de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada na data provável de 08 de dezembro de 2019, das 13 às 17 horas.

Para realizar a prova, o candidato deverá comparecer com antecedência mínima de uma hora, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, documento de identidade original e comprovante de inscrição ou comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

A prova objetiva será composta por 60 questões e valerá 60 pontos, sendo que cada questão da prova valerá 1 ponto. As questões serão distribuídas da seguinte forma:

  • Coordenador Censitário Subárea (CCS): 30 questões de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Ética no Serviço Público) e 30 questões de Conhecimentos Específicos (Noções de Administração e Situações Gerenciais);
  • Agente Censitário Operacional (ACO): 30 questões de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Ética no Serviço Público) e 30 questões de Conhecimentos Específicos (Noções de Administração e Noções de Informática).

Serão aprovados, neste processo seletivo, os candidatos que acertarem, no mínimo, 30% de toda a prova, desde que não obtenham nota zero em Conhecimentos Básicos ou Conhecimentos Específicos.

Somente será possível levar o caderno de questões no caso do candidato se retirar nos últimos 30 minutos de prova.