Idoso de 80 anos é assassinado com golpes de machado em Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


Um idoso de 80 anos foi brutalmente assassinado dentro de casa em uma comunidade de Simões Filho, município baiano que compõe a Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com as informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a vítima identificada como José Isídio Dias, de 80 anos foi assassinada por volta das 21h47, no Quilombo Rio Branco do Macaco, que fica localizado em a região do bairro de Ilha de São João, em Simões Filho e o bairro de Paripe em Salvador.

Em relato cedido à polícia, testemunhas disseram que o trabalhador rural e quilombola que era conhecido como “Seu Vermelho” foi morto a golpes de machado e seu corpo foi encontrado por moradores vizinhos, já sem vida dentro de casa.

Após o ocorrido, representantes de movimentos sociais se deslocaram para o local. A morte do quilombola foi divulgada ainda na noite de segunda-feira (25/11), pela ex-ouvidora-geral da Defensoria Pública, Vilma Reis, por meio de áudios compartilhados via aplicativo de mensagem WhatsApp.

Investigação

A polícia esteve no local para checar a veracidade dos fatos, e assim que constatou o fato, acionou uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT), para fazer o levantamento cadavérico.

O corpo de José Isídio Dias foi encaminhado ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, localizado no bairro do Barris, em Salvador. Logo após a realização de todos os procedimentos, será liberado para que a família possa, assim, se despedir do ente querido, realizando o velório e posteriormente o sepultamento, quais até o momento não foram divulgados local nem horário.

Além da equipe da PM e do DPT, por volta das 2h desta terça-feira (26), compareceram também ao local equipes da Polícia Civil (PC), e do Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc).

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que existem duas linhas de investigações: latrocínio ou vingança, não descartando a possibilidade de disputa por terra que no momento é remota. “A apuração está em andamento. Os familiares do idoso serão ouvidos nos próximos dias”, disse.

Breve história do Quilombo

O quilombo Rio dos Macacos está localizado dentro da Vila Naval de Aratu, em Simões Filho, região metropolitana de Salvador (RMS). Inicialmente o local era chamado de Fazenda dos Macacos e pertencia à família Martins, que desaceitou o terreno devido ao declínio da produção da cana de açúcar. Desde então, os remanescentes de quilombolas permaneceram no local vivendo tradicionalmente por aproximadamente 150 anos.

Registrada em fevereiro de 2012, a Associação dos Remanescente Quilombo Rio dos Macacos foi  fundada inicialmente visando a  representação e promoção do desenvolvimento político, social, econômico e cultural comunitário dos moradores e moradoras do quilombo frente à situação de violação aos direitos humanos e étnico cultural e eminente risco de expulsão do território ocupado pela comunidade a mais de 200 anos, conforme ratifica o Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) elaborado pelo Incra.