Internacional vence o Bahia com gol duvidoso no Beira-Rio

Autor: Uol

Publicada em


Foto: UOL

O Internacional venceu o Bahia em um jogo cheio de peculiaridades, na noite desta última quarta-feira (12/6), no estádio Beira-Rio. A partida válida pela nona rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, contou com um gol para lá de duvidoso a favor dos gaúchos e falhas dos goleiros Douglas e Marcelo Lomba.  No final dos noventa minutos, o Colorado levou a melhor sobre o Tricolor: 3 a 1.

Aos 18 minutos, Rodrigo Lindoso abriu o placar a favor do Colorado em lance que o VAR entrou em ação. Após aproximadamente três minutos, o árbitro assinalou o gol, gerando revolta dos baianos. Já no gol marcado por Rafael Sobis, um chute fraco acabou com erro grave do goleiro Douglas que tocou na bola e caiu com ela dentro do gol. Mas em seguida, Marcelo Lomba falhou em saída do gol e Fernandão descontou: 2 a 1. O veterano meia D’Alessandro, que completou 450 jogos com a camisa do Inter, definiu o jogo já na segunda etapa: 3 a 1.

Com 16 pontos, o time gaúcho vai para o recesso com 100% de aproveitamento em casa. O campeonato para em razão da realização da Copa América e os jogos só voltam em julho. Na 10ª rodada, o Colorado pega o Athletico Paranaense e o Bahia pega o Santos.

Nos vestiários, o presidente do Bahia Guilherme Bellintani deixou claro que apoia o uso do árbitro de vídeo, mas criticou o jeito que a ferramenta é usada dentro de campo.

“A gente defenderá sempre o uso da tecnologia. Dizem que há uma imagem 3D que foi usada para confirmar o primeiro gol. A gente clama que a CBF entenda que não é a tecnologia que irá resolver se as pessoas não estiverem preparadas. Acho que há coisas que vão além de uma atitude proposital e prejudicam, que é incompetência e inabilidade para usar a tecnologia. Hoje foi mais um erro do VAR, o que vai manchando um instrumento importante para o futebol brasileiro”, afirmou:

“O Bahia não pensa em pedir anulação da partida, mas pede que os responsáveis sejam punidos. O Bahia entende que, enquanto acreditar no VAR, vai trabalhar para melhorar o sistema”, indicou.