Jovem é brutalmente assassinado com vários tiros perto da residência da família em Simões Filho

Policiais foram acionados e chamaram peritos do Departamento de Polícia Técnica.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O crime aconteceu perto da residencia da família.

Mais um jovem é brutalmente assassinado perto da residência da família, no Bairro Pitanguinha, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS).

Diofelix Antonio da Rocha, de 23 anos, conhecido na comunidade onde mora como “Netinho”, foi morto por volta das 19:30h, desta quarta-feira (21).

Segundo informações de populares, a vitima estava próximo de sua residencia, um sítio da família localizado na Pitanguinha, quando foi surpreendido, recebendo vários tiros.

Mesmo assustados, após os disparos, moradores e familiares do jovem foram socorrer a vítima já estava caída no chão com várias perfurações em diversas partes do corpo. “Netinho” não resistiu e morreu. Os atiradores fugiram logo após o crime.

“Não conseguir dormi, não consigo entender que tamanha covardia que fizeram com você. Você era meu irmão velho, meu amigo de infância – crescemos juntos – vivemos juntos e agora lhe tiraram da gente dessa forma tao brutal. Por que meu amigo? Não consigo acreditar que isso aconteceu. Eu te vi segunda, você era meu parceiro de viagem, amava viajar com meus pais. Não consigo acreditar nessa desgraça que aconteceu. Neto e agora como vamos ficar aqui? E sua mãe que te ama loucamente – o que sera de nós? MEU AMIGO, MEU IRMÃO. NÃO ACREDITO QUE ISSO ESTA ACONTECENDO. EU ACORDEI ACHANDO QUE ERA SONHO, MAS É REALIDADE”, o desabafo é de um amiga do jovem durante uma postagem na rede social.

Ainda nas redes sociais, a amiga relata o sofrimento da família do jovem. “Os amigos não aceitam, o irmão se revolta, a família não acredita no que aconteceu. Ninguém consegue entender porque o garoto morreu. Tiraram da gente um jovem tão inocente”, completou

VEJA + MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO

Policiais militares foram acionados e chamaram peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e Instituto Médico Legal (IML), para realizar o levantamento cadavérico e iniciar as primeiras investigações.

A equipe policial realizou diligências na região à procura de pistas que levassem aos autores do homicídio. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Simões Filho para as devidas providências.