Links maliciosos podem roubar benefício de aposentados e pensionistas do INSS

Autor: Redação

Publicada em


Links maliciosos podem roubar benefício de aposentados e pensionistas do INSS
Links maliciosos podem roubar benefício de aposentados e pensionistas do INSS

Links maliciosos podem roubar benefício de aposentados e pensionistas do INSS.

Milhares de pessoas tem sido alvo de estelionatários que se aproveitam da ingenuidade para aplicar golpes contra aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

E-mails ou mensagens de WhatsApp

Tudo começa com uma simples mensagem, mas o esquema é complexo e indica que os golpistas investiram tempo e dinheiro para preparar a encenação para ludibriar o maior número possível de aposentados, pensionistas. Os hackers enviam e-mails ou mensagens de WhatsApp que parecem ser de empresas reais, como bancos e até se passam como Governo ou INSS. Um exemplo clássico: o usuário recebe uma mensagem dizendo que seus dados precisam ser atualizados, pois a conta bancária para recebimento do beneficio pode ser desativada.

Se o segurado do INSS não percebe que se trata de um golpe, ele pode acabar clicando em um um link que leva a um endereço fraudulento. A partir desse momento, tudo que é digitado passa a ser coletado pelos criminosos cibernéticos. As mensagens podem chegar também no celular, pelo WhatsApp.

A partir daí, criminosos roubam os dados pessoais, como senhas de banco, número de cartão, e, dependendo do tipo, até espalhar vírus à lista de contatos do celular ou redes sociais da vítima.

Em posse das informações, os golpistas conseguem realizar compras, empréstimos e até mesmo rouba o benefício do segurado.

Armadilhas

Há poucos dias circularam pelo WhatsApp duas novas iscas: uma com a logomarca da Caixa Econômica Federal e outra com a Previdência Social estampada. No caso da previdência, a isca trazia a marca do INSS, alertava sobre prazo de recadastramento/prova de vida. Neste caso, quem compartilhou a mensagem pegou uma informação verídica no site do INSS, mas com a data do ano anterior. Uma fonte do INSS explicou que cada vez mais é comum fraudadores utilizarem a logomarca da Previdência para atrair vítimas. “A logomarca, uma notícia e um link solto embaixo são utilizados para disseminar essas mensagens, que são falsas”, diz.

A outra mensagem, falava sobre uma suposta liberação de um lote do PIS/Pasep. O usuário do aplicativo recebia uma mensagem com a logomarca da Caixa com quatro links visando convencer os usuários. E a investida de fraudadores deu certo: em menos de 24 horas mais de 200 mil pessoas caíram na armadilha, segundo o Dfndr Lab, laboratório da PSafe especializado em cibersegurança. Procurada, a Caixa informou que não envia esse tipo de mensagem.

6 Dicas de como se proteger

1. Ao receber uma mensagem deste tipo, desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou no e-mail.

2. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos – você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas, inclusive seus parentes.

3. O Cadastramento do Auxílio Emergencial é falsa porque depende, ainda, da aprovação do Senado Federal e em última instância passará pela sanção do presidente da República, que deverá publicar um decreto sancionando à medida.

4. Nenhum órgão do governo federal se comunica solicitando dados e informações dos seus beneficiários ou servidores através de links via WhatsApp;

5. Nunca preencha nenhum cadastro, formulário ou pesquisa fornecendo seus dados financeiros ou pessoais através de links enviados pelo WhatsApp;

6. Instale um bom antivírus em seu celular ou computador e tenha o sistema operacional do seu celular e computador atualizados.