Mãe e Filha de Simões Filho são mortas com requintes de crueldade – Mãos amarradas, partes íntimas expostas

Ambas estavam com as mãos amarradas e com partes íntimas expostas

Autor:

Publicada em


Mãe e Filha foram encontradas mortas na manhã deste sábado (17), na BR-324, trecho da capital baiana. Os corpos das vítimas apresentavam perfurações oriundo de disparos de armas de fogo e sinais de espancamento. Ambas estavam com as mãos amarradas e com partes íntimas expostas. De acordo com informações da Central de Polícia, as duas moças foram encontradas mortas por moradores da região por volta das 5h30.

Segundo informações enviadas a redação do Simões Filho Online, as vitimas, mãe e filha, foram identificadas apenas como Neide, conhecida como ‘Galega’ e Mara Benício, de 15 anos. Ambas residiam no bairro Cia 2, Quadra 3, em Simões Filho. Ainda segundo informações, Neide deixa outros filhos, um de 7 anos e outros que não moravam com ela. Moradores disseram ainda, que ela trabalhava vendendo moveis em toda a região. O crime com requintes de crueldade chocou os moradores do bairro onde elas viviam.

O Caso:

As vítimas foram mortas a tiros, e os corpos delas foram abandonados na localidade da Jaqueira do Carneiro, na BR-324, perto do posto de combustível Shell, em Salvador. Mãe e Filha ainda não foram identificadas pela polícia, e ainda não há informações sobre a autoria e motivação dos crimes.  

O Departamento de polícia Técnica esteve no local e em seguida, removeu os corpos para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, onde deverão passar por perícia enquanto aguardam identificação.

As investigações já foram iniciadas pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa – DHPP.

Saiba Mais: Nas rede social de Mara o clima é de muita tristeza. Familiares e amigos da adolescente diz não acreditar no que aconteceu com mãe e filha. Clique aqui e saiba mais.