Mãe luta por justiça após filho ser morto pelo irmão da namorada em Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


Sônia dos Santos, mãe de Diogo

Desde que seu filho, Diogo dos Santos Silva Rocha, foi assassinado durante uma visita a namorada, Sônia dos Santos luta por justiça e tem uma missão: pôr na cadeia o autor da morte do filho. O crime aconteceu na noite do dia 9 de maio, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Filho mais novo de Sônia, Diogo trabalhava como mecânico, tinha 18 anos, e faria 19 uma semana após o crime. O jovem tinha acabado de iniciar um relacionamento com uma garota e foi em uma visita a nova namorada que o mecânico foi esfaqueado pela costas pelo irmão dela. O casal estava dentro do carro quando tudo aconteceu. Cerca de 10 perfurações atingiram principalmente as costas, tórax e pescoço do rapaz, que morreu sem que pudesse receber atendimento médico.

Dois meses após o crime, Sônia ainda busca forças para superar a perda do filho.

“Eu ainda vejo ele me pedindo as coisas, vejo ele dizendo que está indo trabalhar, vejo ele dizendo que chegou no trabalho. Ninguém tá acreditando que Diogo morreu”.

Sônia também se pergunta qual a motivação para a morte do filho e cobra empenho das autoridades para o acusado de cometer o crime ser preso. “O unica motivo que pode ter sido é inveja ou ciume, não tem outro motivo. Ele nunca teve amizade com meu filho, meu filho nem olhava pra ele”, disse em entrevista a TV Record.

Investigação

A 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho está investigando o caso e o Delegado responsável preferiu não passar informações para não atrapalhar as investigações. Mas confirmou que o acusado de assassinar Diogo já é considerado um foragido da justiça.