Mais de 2 milhões de pessoas ainda não sacaram o PIS

Ministério do Trabalho enviará carta para os beneficiários que ainda não sacaram a quantia

Autor: A Tribuna

Publicada em


Em tempos de crise, uma notícia boa para o trabalhador: há mais de R$ 2,1 bilhões do abono do PIS e do Pasep nos bancos, que ainda não foram sacados pelos respectivos beneficiários.

O Ministério do Trabalho vai enviar uma carta para a casa dos trabalhadores que não sacaram o abono, que equivale a um salário-mínimo (R$ 880,00).

“Pretendemos alcançar, com o envio das comunicações, aproximadamente 1,2 milhão de beneficiários que estão com o endereço válido na base de dados”, explica, em nota, o coordenador do Seguro-Desemprego e Abono Salarial, Márcio Ubiratan Brito.

VAGAS DE EMPREGOS; CONFIRA!

Detalhes

No País, 2,4 milhões não foram resgatar o benefício. São trabalhadores da iniciativa privada que receberam, em média, dois-salários-mínimos em 2014 (ano-base) e têm direito ao pagamento.

Há ainda funcionários públicos que têm de receber o Pasep. O benefício segue as mesmas normas do PIS. Não há dados regionais, segundo o Ministério do Trabalho.

Os recursos são do calendário 2015/2016. A data para saque termina em 30 de junho. Portanto, não perca tempo. Depois dessa data, a quantia volta para os cofres do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O dinheiro pode ser sacado nas agências da Caixa ou lotéricas (no caso do PIS) e nas agências do Banco do Brasil (BB) para o Pasep.