Mais de 2,5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 serão distribuídas

Mais de 2,5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 serão distribuídas
Mais de 2,5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 serão distribuídas – Foto: GETTY IMAGES

Mais de 2,5 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 serão distribuídas.

Mais 2.552.820 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 produzida no Brasil pelo Instituto Butantan estão sendo enviadas pelo Ministério da Saúde de forma proporcional e igualitária a todos os estados e Distrito Federal.

>>Caixa faz chamada pública para investimentos de R$ 3 bilhões em projetos

O novo lote é destinado para vacinar o restante dos trabalhadores da saúde, indígenas do estado do Amazonas e pessoas de 80 a 84 anos. A previsão é de que todas as entregas ocorram nesta quarta-feira (03/03).

De acordo com o Informe Técnico da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da pasta, a nova remessa de vacinas do Butantan corresponde à entrega de duas doses, sendo necessário que estados e municípios façam a reserva da segunda dose para garantir que o esquema vacinal seja completado no período recomendado de 2 a 4 semanas.

>>2 receitas práticas para fazer um saboroso molho rosé caseiro

Com esse novo lote, o Ministério da Saúde já coordenou a distribuição de mais de 17 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 desde o dia 18 de janeiro, início da campanha de vacinação – mais de 7,5 milhões de doses já foram aplicadas. A pasta prevê o envio de mais de 200 milhões de doses até julho, vacinando, assim, 50% da população brasileira vacinável.

Fundo Estratégico

Mais regiões estão sendo contempladas com o Fundo Estratégico, que destina 5% do total de doses para estados de acordo com o cenário epidemiológico local. A medida está em vigor para estados do Norte desde a segunda pauta de distribuição.

>>Banana verde: benefícios para a saúde e como fazer a biomassa

Nessa nova remessa, 127.641 mil doses foram divididas entre o Amazonas (30%), Pará (10%), Rondônia (5%), Roraima (5%), Ceará (10%), Paraíba (5%), Sergipe (5%), Paraná (10%), Santa Catarina (10%) e Goiás (10%), para ampliar ainda mais a vacinação dos grupos prioritários de idosos – no total, 60.781 pessoas estão sendo contempladas com a estratégia.

Veja mais