Manifestações em no Brasil combatem a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil

Na maioria dos casos, as pessoas foram para as ruas depois do expediente de trabalho para manifestar indignação .

Autor: Com informações do Uol

Publicada em


Manifestações, ‘panelaços’ e ‘buzinaços’ contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil aconteceram, nesta quarta-feira (16/3), em ao menos 16 Estados e no Distrito Federal.

Na maioria dos casos, as pessoas foram para as ruas depois do expediente de trabalho para manifestar indignação contra a decisão da presidente Dilma Rousseff (PT), sem que houvesse uma convocação prévia em dias anteriores via redes sociais como aconteceu nos protestos do último domingo (13/3).

Em Salvador, um grupo fez uma caminhada na orla da Barra, com concentração no Farol, e também na região do Jardim de Alah. Moradores da Pituba, e da Avenida São Rafael, entre outros bairros da cidade fizeram ‘panelaços’ das janelas de suas residências como forma de protesto.

Aas reações à nomeação de Lula como ministro da Casa Civil começaram no início da noite e aconteceram em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco, Goiás, Paraná, Pará, Bahia, Amazonas, Alagoas, Paraíba, Ceará e Mato Grosso do Sul.

Em Brasília, houve confronto entre manifestantes e policiais, que impediam a subida à cobertura do Congresso Nacional. Uma bomba foi escutada nas proximidades e há registros de feridos.

Manifestantes chegaram a gritar que iriam invadir o Planalto, o que não ocorreu. Um cordão de isolamento da polícia foi formado em frente de toda a extensão do Palácio. O grupo que está fazendo a manifestação é formado, em sua maioria, por funcionários que, na saída do trabalho, resolveram protestar.