MEC suspende vestibulares de oito cursos na Bahia por baixo desempenho

o ingresso de novos alunos está proibido. A proibição atinge seis graduações na Bahia.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O Ministério da Educação anunciou, através de publicação no Diário Oficial da União desta terça-feira(23), a suspensão do vestibular de 68 cursos no país. A proibição atinge seis graduações na Bahia que tiveram no ano passado médias entre 1 e 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC), exame com escala até 5 que avalia o desempenho de instituições de ensino superior para cursos considerados insatisfatórios no Conceito Preliminar de Curso (CPC).

A decisão afeta os cursos de Educação Física (Licenciatura), Música (Licenciatura) e Letras – Língua Portuguesa da Ucsal, na Ufba está suspenso Ciências Biológicas (Bacharelado), na FTC o curso de Engenharia Elétrica (Bacharelado), na Facesa está proibido a graduação de Música (Licenciatura) e Sistema de Informação na Faculdade Integrada do Extremo Sul da Bahia, em Eunápolis.

Para voltar a realizar processos seletivos, as instituições punidas devem atender a uma série de exigências do ministério. “Os cursos que tiveram média decrescente também não poderão ingressar novos estudantes. Esses cursos não terão possibilidade de revisão da medida antes da assinatura de Protoloco de Compromisso e da avaliação in loco”, disse ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na última sexta-feira.

O CPC é um indicador de qualidade que avalia os cursos superiores brasileiros. Ele é calculado no ano seguinte ao da realização do Enade de cada área, com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura e recursos didático-pedagógicos.

Com a publicação oficial, o ingresso de novos alunos está proibido. Mas, segundo o MEC, fica resguardado o direito de estudantes que eventualmente tenham passado em seleção e já estejam matriculados.