“Minha intenção não era matar, era só ferir”, diz mulher que jogou soda cáustica em colega

Acusada jogou soda caústica quando vítima descansava dentro do ônibus

Autor: Com informações do R7

Publicada em


Acusada jogou soda caústica quando vítima descansava dentro do ônibus

A camareira Adriana Gonçalves da Mota, 33 anos, foi presa após jogar soda cáustica em uma colega dentro de um ônibus da empresa em que trabalha, quando voltavam para casa. A acusada e a vítima trabalhavam em um hotel localizado na Praia do Forte. Adriana afirmou que queria dar um susto na colega.

  • Viu essa? Shopping de Camaçari vai gerar 1.500 empregos e confirma grandes marcas- inauguração está prevista

— Peguei um vidrinho de produtos, coloquei o ácido abaixo do meio porque minha intenção não era matar, era só ferir mesmo, porque ela tinha me ferido, ou dar um susto nela, não queria machucar as outras pessoas. Infelizmente, ao levantar, ela se sacudiu e pegou em pessoas. Adriana contou que a confusão começou 15 dias antes do crime. Ela estava limpando o refeitório quando Vera Lucia da Paixão, 42, foi entrar no local, a acusada não gostou e iniciou um briga, com agressões físicas e verbais.

— Joguei uns pratos nela, ela foi até do lado dos pratos onde ficam as facas de pão e passou a faca em meu rosto. O crime aconteceu dentro do ônibus, quando voltavam para casa. A acusada aproveitou o momento em que a vítima estava descansando, e jogou o produto. Além de Vera, outras quatro pessoas, que estavam próximas da vítima, foram atingidas pelo produto e sofreram ferimentos leves.

A delegada Daniela Monteiro afirmou que Adriana está presa por tentativa de homicídio e por lesão corporal, que pode evoluir para lesão corporal grave porque das quatro outras vítimas algumas foram lesionadas no rosto.

Vera Lúcia teve queimaduras no lado esquerdo do rosto, cabeça, costas, braços e tórax. Ela foi socorrida em estado grave, juntamente com as outras vítimas para uma unidade hospitalar em Lauro de Freitas e, em seguida, transferidas para o HGE (Hospital Geral do Estado). Após receberem atendimento, as quatro pessoas que tiveram ferimentos leves foram liberadas. Vera teve 35% do corpo queimado.

Viu essa? Shopping de Camaçari vai gerar 1.500 empregos e confirma grandes marcas- inauguração está prevista