Ministério Público abre Inquérito Civil para apurar ausência de taxímetro nos táxis de Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


O Ministério Público do Estado da Bahia (MP) abriu Inquérito Civil Público contra a Prefeitura Municipal de Simões Filho afim de apurar a ausência de taxímetro nos táxis licenciados em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A investigação foi aberta no mês de outubro deste ano pela promotora Theresa Cristina Pinto Rebouças após denuncia feita junto ao órgão estadual.

O caso segue na 2ª Promotoria de Justiça de Simões Filho e um documento deve ser encaminhado ao executivo municipal.

Atualmente, a Prefeitura de Simões Filho permite aos taxistas cobrarem pelo serviço sem o aparelho conhecido como taxímetro, o que contraria a Lei Federal nº 12.468, de 26 de agosto de 2011, que, ao regulamentar a profissão de taxista, determina, em seu artigo 8º, que “em Municípios com mais de 50.000 (cinquenta mil) habitantes é obrigatório o uso do taxímetro, anualmente auferido pelo Órgão metrológico competente, conforme legislação em vigor”.

Com a instauração do Inquérito Civil Público, o município deve ser notificado para que fiscalize a efetiva instalação, funcionamento e utilização dos taxímetros pelos táxis licenciados da cidade.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO