Morador de Simões Filho revela ter sido abandonado em cima de papelão em rodoviária; entenda essa história

Ele teve uma chance de trilhar por um caminho de luz

Autor: Jerffeson Brandão

Publicada em


Reinaldo Souza dos Santos de 30 anos é morador de Simões Filho

Uma história que começa triste, com um abandono na cidade de Salvador. Vida que foi aparada pela fé e esperança por dias melhores em Simões Filho. Reinaldo Souza dos Santos, atualmente com 30 anos, foi abandonado em cima de um papelão na rodoviária de Salvador. Na época, o bebê foi encontrado por um Padre que o acolheu e o levou para um abrigo. Apesar de ter sido abandonado, ele não guarda magoas dos pais. “Hoje eu considero a dona do abrigo como minha mãe, mas tenho vontade conhecer os meus pais”. Disse.

  • Único orfanato de Simões Filho pode fechar as portas

Reinaldo passou a sua vida no orfanato Lar Irmã Benedita Camurugi em Simões Filho. No abrigo, recebeu carinho, apoio, educação e uma chance de trilhar por um caminho de luz. Como forma de retribuir o que recebeu durante anos de sua vida, hoje ele é voluntario na instituição que o acolheu quando bebê. O jovem que já foi interno, hoje trabalha no local. Ele ficou triste ao saber da possibilidade de fechamento do abrigo. “A população de Simões Filho precisa olhar mais para esta instituição – precisamos de ajuda”.

O abrigo que fica localizado na Praça da Bandeira, centro de Simões Filho, atende a 39 crianças e precisa de ajuda. Quem quiser oferecer auxilio pode procurar o Lar Irmã Benedita Camurugi no Endereço: Praça da Bandeira, 91-Centro-Simões Filho. Ponto de referência: Ao lado do Ministério Público/Restaurante Itus. Conheça o trabalho e ajude. Veja como está a situação do único orfanato de Simões Filho, clique aqui