Motociclista morre ao bater em cavalo em Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


Um motociclista de 45 anos morreu após bater em um cavalo na noite desta quinta-feira (13/12) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), segundo informou a assessoria de comunicação da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). O animal estava solto na pista no momento do acidente. A tragédia aconteceu por volta das 22 horas, na BA-526, nas proximidades da Empresa Postes Nordeste.

A vítima foi identificada com Sergio Luis Santos Cabral, de 45 anos, conhecido como Serginho, morador do final de linha de Mapele, em Simões Filho. Ele deixa esposa e filhos.

Sergio Luis Santos Cabral, de 45 anos

De acordo com informações enviada a redação do SIMÕES FILHO ONLINE, o motociclista seguia para sua residencia, quando bateu de frente com o cavalo que estava na pista. Ele sofreu traumatismo craniano e morreu no local. Com o impacto, o animal foi arremessado e caiu no acostamento. Danificada, a moto ficou jogada na pista ao lado do corpo. [Veja mais fotos no final da matéria]

A Central de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública chegou solicitar o apoio de uma guarnição da Polícia Militar e uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), mas a vítima não resistiu aos ferimentos. “De imediato a guarnição da Ilha de São João se deslocou ao local afim de prestar o apoio solicitado. No local a PM tomou conhecimento que havia ocorrido um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta e um cavalo. A equipe da SAMU encontrava-se no local afim de prestar os socorros de urgência a vítima”, diz a nota da PM.

Familiares e amigos de Sergio pedem justiça e busca informações sobre o proprietário do animal para que o mesmo seja responsabilizado. Além disso, a falta de iluminação no local também pode ter contribuinte com o acidente.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local e recolheu o corpo do motociclista para o Instituto de Medicina Legal (IML) Nina Rodrigues, nos Barris, em Salvador. A PM não tem informações se o cavalo sobreviveu ao acidente. A polícia ainda não identificou o proprietário do cavalo.

O Código de Trânsito Brasileiro diz que os animais que se estiverem soltos nas vias e na faixa de domínio das vias de circulação, devem ser recolhidos e devolvidos aos seus donos, após o pagamento de multas e encargos devidos. Em caso de acidentes, o dono do animal também pode ser responsabilizado.

VEJA MAIS FOTOS DO ACIDENTE