Motorista acusado de prender perna de passageira é demitido por justa causa em Salvador

Autor: Redação

Publicada em


Do Aratu Online, parceiro do Simões Filho Online

O motorista Marcos Magno Ribeiro, que se recusou a abrir a porta do ônibus que dirigia para uma mulher que estava com a perna presa, foi demitido por justa causa e prestou depoimento a Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (26/10). A vendedora Karol Ferro afirma que sofreu o ferimento ao tentar descer do coletivo. O caso aconteceu no último dia 12/10.

Karol foi levada por cerca de três minutos com a perna prensada pela porta, durante um percurso de dois quilômetros, entre o ponto do Cristo e a Associação Atlética da Barra. A vendedora registrou em vídeo o momento. Nas imagens, é possível ver passageiros pedindo para que o motorista abrisse a porta para que Karol pudesse tirar a perna, que depois do ocorrido, ficou com uma grande mancha roxa. A passageira prestou queixa na 14ª Delegacia de Polícia Civil, na Barra.

Em entrevista a Tv Aratu na noite desta sexta, o motorista contou que se recusou a parar em um local que não era ponto e que, revoltada, a mulher teria chutado a porta até o momento em que teve a perna presa. Marcos alega que a angulação da perna mostrada no vídeo não condiz com a posição da perna de alguém que está descendo do ônibus.