Muita tristeza em Simões Filho: Familiares e amigos se despedem de Conceição da Sorveteria

Autor: Informe Notícias

Publicada em


Familiares, amigos, vizinhos e admiradores da líder comunitária Maria da Conceição Vianna, se reuniram na tarde desta segunda-feira (04) para prestarem suas últimas homenagens e o adeus a essa mulher que foi um exemplo de cidadania e amor ao próximo em Simões Filho.

Foto: Informe Notícias

Conceição da Sorveteria ou Conça, como era carinhosamente conhecida no município, faleceu na madrugada desta segunda, em um hospital de Salvador, vítima de um câncer. Durante um ano, ela e sua família lutaram por sua recuperação, mas com a saúde frágil e já bastante debilitada, ela não resistiu.

No velório, muita comoção e boas lembranças das pessoas que tiveram o privilégio de conviver ou trabalhar com ela e que certamente guardarão a imagem da mulher baixinha, franzina, mas sempre ativa, guerreira, capaz de enfrentar a tudo e a todos para defender seus ideais.

Entre os colegas de trabalho, muitos ex-funcionários da antiga Secretaria de Desenvolvimento Social, onde Maria trabalhou e sempre ocupou lugar de destaque, especialmente ao que se referia aos interesses das famílias carentes da Coroa da Lagoa, lugar que ela adotou como lar e permaneceu até o final de sua vida.

Também estiveram presentes no sepultamento algumas autoridades políticas como o ex-prefeito Edson Almeida, a ex-secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Abreu e o vereador recém-empossado, Nel da Metalúrgica.

Conceição da Sorveteria faleceu aos 61 anos de idade. Ela deixa enlutados seu esposo Carlos, o casal de filhos Stella e Stefan Vianna, além de uma neta, irmãos, sobrinhos e uma comunidade inteira de pessoas próximas que ela cuidava como parte de sua família.

Quem foi “Conceição da Sorveteria”

Conceição era servidora municipal, lotada na Secretaria de Desenvolvimento Social, na qual atuou efetivamente durante anos como administradora distrital. Na comunidade da Coroa da Lagoa, onde Maria morava e dedicou a maior parte da sua vida, ela iniciou, na primeira gestão do então prefeito Eduardo Alencar a missão de ajudar centenas de jovens e famílias carentes.

Daí partiu a ideia de construir uma Sorveteria Comunitária, a época batizada de “Rafael Alencar”, filho do ex-prefeito, que acolhia jovens no turno contrário ao da escola, fornecia farda, caixa de isopor e o picolé a baixíssimo custo, para que desta pequena iniciativa, suas famílias pudessem tirar o sustento.

Durante muito tempo a sorveteria funcionou como uma extensão da antiga “SEDESO”, na Coroa da Lagoa. Lá eram oferecidos cursos profissionalizantes e o prédio foi crescendo, chegando a abrigar por um tempo a sede da Associação de Moradores, onde Conceição atuou como presidente e o projeto Cozinha Comunitária, em parceria com o governo federal.

Ainda na Sorveteria, ela fundou o projeto Coroarte, onde com apenas o pouco conhecimento musical que tinha, ensinou crianças a tocar flauta doce e com a ajuda de voluntários implantou o projeto de iniciação musical no bairro.

Nota da redação

Simões Filho hoje se despede de uma guerreira. Mulher sábia, lutadora, cheia de fibra, que apesar dos percalços que a vida lhe ofereceu ao longo de sua trajetória, comprovou que a superação era a sua marca registrada e toda a população local pode receber os respingos da sua persistência e determinação em ajudar o próximo.

É com grande pesar que noticiamos a notícia da morte de Conceição, mas com a imensa gratidão de que, aqui na terra ela viveu como um verdadeiro anjo, enviado por Deus para ajudar quem de fato precisou.

No mais, nos regozijamos na certeza de que o seu espírito descansa em paz nos braços do Deus Criador e prestamos nossas condolências aos familiares e amigos enlutados, pedindo que o Espírito Santo console vossos corações.

Foto: Informe Notícias

Do Informe Notícias