Mulher morta pelo namorado queria o fim do namoro, diz família

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto: Arquivo Pessoal

Um primo e padrinho da jovem de 22 anos, assassinada pelo namorado, na noite da última sexta-feira (12/07), na Bahia, disse a um portal de notícias de Salvador que Daiane Oliveira Mota queria o fim do relacionamento, e isso teria motivado Alessandro Souza dos Santos a cometer o crime. O crime aconteceu na cidade de Mata de São João (BA), localizada na região metropolitana de Salvador (RMS).

O técnico em automação, Danilo Oliveira, primo da vítima, disse em entrevista ao portal G1 que a jovem tentou terminar o relacionamento em 2018, mas o suspeito pediu que eles reatassem e ainda fez uma tatuagem com o nome dela.

“Eles estavam com a relação abalada. Ela queria terminar, não sei o motivo, parece que não estava mais dando certo, mas ela não conseguia. Ele dizia que estava em depressão, sofrendo e que iria se matar, mas nunca soubemos de agressões dele contra ela. Ele conhecia toda a família, era tranquilo. A casa dele era cerca de 1km de distância da dela. As famílias se conheciam”, contou Danilo.

Foto: Arquivo Pessoal

Sobre o assassinato, Danilo informou que Daiane recebeu duas facadas na região do pescoço.

“Depois que ela chegou do trabalho, ele veio buscar ela para ir na casa dele. Lá [na casa] ele trancou o quarto e atacou ela. Quando ele esfaqueou ela, ela gritou. Um cunhado dele ouviu e correu para o quarto. Ao perceber que a porta estava trancada, o cunhado dele arrombou a porta e ainda o viu com a faca na mão. Ele fugiu”, contou Danilo.

Daiane foi morta por volta das 18h30 com uma facada no pescoço na casa da mãe do acusado. Ela não chegou a ser socorrida, pois não resistiu ao ferimento e morreu no local. O assassino relatou ao pai em mensagens enviadas pelo WhatsApp que a motivação do crime seria traição, versão que é contestada por familiares e amigos da jovem. Ele continua foragido.

O corpo de Daiane foi enterrado na tarde deste sábado (13), em Mata de São João.

Uma amiga da jovem fez uma postagem lamentando a morte de Daiane e denunciou Alessandro como autor do crime. O suspeito, Alessandro Souza dos Santos, não foi preso até a publicação desta reportagem.