Mutirão de vacinação contra HPV acontece em Simões Filho

Autor: Débora Souza

Publicada em



Com o objetivo de ampliar o acesso à vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), a Prefeitura de Simões Filho, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou um mutirão da vacinação nesta sexta-feira (25/8), na Praça da Copa 3, no distrito de Ilha de São João em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A imunização foi oferecida a homens e mulheres de 9 a 26 anos, portadores do vírus HIV de 9 a 26 anos e pessoas com câncer em uso de quimioterapia e radioterapia (ambos os sexos). Mais de 100 pessoas foram imunizadas e 60 testes rápidos também foram realizados nesta ação.

De acordo com Instituto de Oncologia, Os vírus do papiloma são atraídos para as células epiteliais escamosas e podem viver somente nestas células do corpo. As células epiteliais escamosas são finas e planas. Estas células encontram-se na superfície da pele e em superfícies úmidas, tais como a vagina, ânus, colo uterino, vulva, cabeça do pênis, boca, garganta, traqueia, brônquios e pulmões. Os diferentes tipos de HPV não crescem em outras partes do corpo.

Ainda de acordo com o Instituto, a abreviação significa Vírus do Papiloma Humano. Os HPVs são um grupo de mais de 100 vírus relacionados. Para cada variedade de HPV de um grupo é atribuído um número, o qual é chamado de tipo de HPV. O HPV é chamado de vírus de papiloma, porque alguns tipos de HPV causam verrugas ou papilomas, que são tumores não cancerosos. Das mais de 100 variedades conhecidas de HPV, cerca de 60 tipos causam verrugas na pele, como nos braços, tórax, mãos e pés.

Fonte/Ascom