Ninguém respeita o trânsito de Simões Filho

Pessoas educadas, generosas e gentis são contabilizadas nos dedos.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


A sinalização de trânsito tem como objetivo único organizar a circulação de veículos e pessoas nas vias públicas visando a segurança e fluidez ao conforto, à defesa ambiental e à educação para o trânsito, e fiscalizar seu cumprimento.

Pessoas educadas, generosas e gentis são contabilizadas nos dedos | Foto: Ilustrativa do dia a dia vivido em Simões Filho

Em Simões Filho, cidade da região metropolitana de Salvador (RMS), com mais de 130 mil habitantes, ninguém respeita lei, nem o pedestre, nem o motoqueiro, nem o motorista de qualquer tipo de transporte de quatro rodas. Logicamente, há exceções, que são poucas. Aquelas pessoas educadas, generosas e gentis são contabilizadas nos dedos. Em geral, vivemos uma loucura nas ruas e calçadas, principalmente no centro. Poderíamos até dizer que vivemos na selva, mas até a selva tem mais ordem e organização.

O motoqueiro: Deus nos livre e guarde… não respeita regra, lei, nada mesmo. Faz o que quer, corre, leva na sua moto todo o tipo de objetos, de escadas… circula pela direita e esquerda, dificilmente são vistos atrás de carros de forma civilizada, entra pela contramão, anda em cima de calçada, não existe mais sinal de trânsito para eles. Eles atropelam e são atropelados, lotam os hospitais.

O pedestre: atravessa fora da faixa e ziguezagueando pondo em risco sua vida. Esse, geralmente, é um coitado, pois ninguém respeita. E se morrer, minguem tá nem aí com isso.

Finalmente, o motorista de carro. Este se acha o rei do pedaço, o mais poderoso dependendo do tamanho e marca do automóvel. Não respeita leis, a faixa de pedestre, os sinais, não dá sinaleira, ou seja, faz o que quer, para no meio da rua ao seu bel prazer, anda na contramão.

Carga e descarga: As diversas operações de carga e descarga nas principais ruas e avenidas da cidade têm perturbado o trânsito. Não há regra, nem horário. A confusão da operação de carga e descarga é clara. Os motoristas desses veículos param em qualquer lugar e complicam o trânsito de carros e pedestres onde quer que seja.

Vamos ser bem sinceros: o trânsito de Simões Filho é uma bagunça não é de hoje, faz um tempão, a Prefeitura não cobra, não multa, logo todos fazem o que querem, ou simplesmente, não fazem nada.

Em resumo, para ser uma cidade bela, tem que ser civilizada, organizada e ordeira, além amada e paparicada. A prefeitura não impõe respeito e o cidadão nem sabe onde eles se encontram. Onde estão as campanhas de educação, conscientização e fiscalização do trânsito de Simões Filho?