Nova regra da CNH reduz preço para tirar Habilitação; veja principais mudanças

Autor: Redação

Publicada em


O Contran (Conselho Nacional de de Trânsito) acabou de fazer novas mudanças para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria B. Mas desde que o anúncio foi feito, muitos candidatos à habilitação optaram por aguardar o início da vigência das novas regras, que entra em vigor na próxima segunda-feira – 16 de setembro. Acontece que ão é necessário aguardar a data que entra em vigor, segundo o Detran, você já pode iniciar o processo para fazer a sua CNH.

“O sistema será adaptado para que a partir do dia 16 de setembro todas as mudanças sejam válidas mesmo para quem já iniciou o processo. Portanto, aqueles alunos que já tiverem cumprido a carga horária exigida pela Resolução 778 do Contran estarão aptos a realizar a prova de direção, e aqueles que estiverem fazendo as aulas práticas deverão apenas complementar as horas exigidas pela nova regra”, explica a Delegada Flávia Portes, chefe da Divisão de Habilitação do Detran.

A grande novidade é que tirar a Carteira de Habilitação ficará até R$ 400,00 mais barato.

Entenda todas mudanças em detalhes:

CNH (categoria B)

  • a partir de 16 de setembro próximo, acaba a exigência de uso do simulador nas autoescolas para quem quiser tirar a CNH na categoria B (carros). Ele passa a ser facultativo;
  • com isso, cai o número de horas/aulas obrigatórias. Ele passará de 25 para 20 horas.

ACC (cinquentinha)

  • a partir de setembro próximo, durante 1 anoquem quiser guiar cinquentinhas poderá fazer as provas teórica e prática sem ter feito aulas. Somente se for reprovado, terá de passar por aulas práticas;
  • a partir de setembro de 2020, voltam a ser exigidas as aulas, mas o número vai cair de 20 para 5 horas, sendo que uma delas dever ser noturna;
  • no exame prático, o candidato poderá usar seu próprio ciclomotor — desde que o veículo tenha, no máximo, 5 anos de uso.

PRINCIPAIS MUDANÇAS PARA TIRAR CNH

  • Simulador
    Antes: obrigatório cursar no mínimo 5 horas-aula
    Depois: facultativo, com a possibilidade de cursar até 5 horas-aula

  • Mínimo de aulas práticas para categoria B
    Antes: 25 horas-aula, sendo obrigatório fazer 5h no simulador
    Depois: 20 horas-aula, podendo fazer até 5h no simulador

  • Aulas noturnas (carros, motos e ciclomotores)
    Antes: mínimo de 5 horas-aula
    Depois: mínimo de 1 hora-aula

  • ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor)
    Antes: obrigação de aulas teóricas e práticas
    Depois: O candidato terá a possibilidade de fazer apenas as provas prática e teórica durante um ano. Após esse período, a carga horária mínima será de 5 horas-aula, que poderão ser feitas no ciclomotor do aluno

LEIA MAIS: Projeto de Bolsonaro altera regras de trânsito e CNH