Novo desconto do INSS no salário começa em fevereiro de 2020: veja valor

Novo desconto do INSS no salário começa em fevereiro de 2020: veja valor
Novo desconto do INSS no salário começa em fevereiro de 2020: veja valor

Novo desconto do INSS no salário começa em fevereiro de 2020: veja valor.

Com as novas regras definidas na reforma da Previdência, o valor descontado do salário de cada trabalhador para a aposentadoria vai mudar. Ou seja, o desconto que é feito na folha de pagamento do trambalhador vai mudar. Em resumo, quem ganha menos vai contribuir menos para o INSS, e quem ganha mais, vai contribuir mais.

Com a reforma promulgada pelo Congresso, as novas alíquotas já valerão para os salários de fevereiro do ano que vem, pagos em março.

Como é hoje?

Hoje, quem trabalha com carteira assinada no setor privado contribui com um percentual que vai de 8% a 11% do salário para a Previdência. São três faixas:

  • salário de até R$ 1.751,81: 8%
  • de 1.751,82 a R$ 2.919,72: 9%
  • de R$ 2.919,73 a R$ 5.839,45: 11%

Novo sistema – Novo desconto do INSS no salário

No novo sistema, as alíquotas vão de 7,5% a 14% para os trabalhadores do setor privado e, para o setor público, podem chegar a 22%.

Mas essas taxas são progressivas, ou seja, cobradas apenas sobre a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa, o que faz com que o percentual de fato descontado do total dos ganhos (a alíquota efetiva) seja menor.

Por exemplo: para quem recebe até um salário mínimo (R$ 998), a alíquota é única, de 7,5%. Mas para ganhos entre R$ 998,01 e R$ 2 mil, sobe para 9%. Isso quer dizer que um trabalhador que ganha R$ 1.100 mil pagará 7,5% sobre R$ 998 (R$ 74,85), mais 9% sobre os R$ 102 que excedem esse valor (R$ 9,18). Ou seja, no total, ele pagará R$ 84,03, o que corresponde a 7,64% do seu salário.

Veja as novas alíquotas para cada faixa:

Novas faixas de descontos

  • Quem ganha um salário mínimo contribuirá com 7,5%.
  • A partir do piso, e até R$ 2.000, a contribuição será de 7,5% a 8,25%.
  • Na faixa seguinte, de R$ 2.001 a R$ 3.000, a incidência será de 8,25% a 9,5%
  • A próxima faixs — de R$ 3.001 até o teto —, contribui de 9,5% a 11,69%.

Veja tabela de valores de descontos – Alíquotas para trabalhadores do setor privado

Salário Antes da reforma Depois da reforma Diferença
Contribuição Alíquota atual Contribuição Alíquota efetiva
R$ 998,00 R$ 79,84 8% R$ 74,85 7,50% -R$ 4,99
R$ 1.000,00 R$ 80,00 8% R$ 75,03 7,50% -R$ 4,97
R$ 1.200,00 R$ 96,00 8% R$ 93,03 7,75% -R$ 2,97
R$ 1.400,00 R$ 112,00 8% R$ 111,03 7,93% -R$ 0,97
R$ 1.497,00 R$ 119,76 8% R$ 119,76 8,00% R$ 0,00
R$ 1.600,00 R$ 128,00 8% R$ 129,03 8,06% R$ 1,03
R$ 1.751,00 R$ 140,08 8% R$ 142,62 8,15% R$ 2,54
R$ 1.800,00 R$ 162,00 9% R$ 147,03 8,17% -R$ 14,97
R$ 2.000,00 R$ 180,00 9% R$ 165,03 8,25% -R$ 14,97
R$ 2.200,00 R$ 198,00 9% R$ 189,03 8,59% -R$ 8,97
R$ 2.400,00 R$ 216,00 9% R$ 213,03 8,88% -R$ 2,97
R$ 2.499,00 R$ 224,91 9% R$ 224,91 9,00% R$ 0,00
R$ 2.600,00 R$ 234,00 9% R$ 237,03 9,12% R$ 3,03
R$ 2.800,00 R$ 252,00 9% R$ 261,03 9,32% R$ 9,03
R$ 3.000,00 R$ 330,00 11% R$ 285,03 9,50% -R$ 44,97
R$ 3.200,00 R$ 352,00 11% R$ 313,03 9,78% -R$ 38,97
R$ 3.400,00 R$ 374,00 11% R$ 341,03 10,03% -R$ 32,97
R$ 3.600,00 R$ 396,00 11% R$ 369,03 10,25% -R$ 26,97
R$ 3.800,00 R$ 418,00 11% R$ 397,03 10,45% -R$ 20,97
R$ 4.000,00 R$ 440,00 11% R$ 425,03 10,63% -R$ 14,97
R$ 4.200,00 R$ 462,00 11% R$ 453,03 10,79% -R$ 8,97
R$ 4.400,00 R$ 484,00 11% R$ 481,03 10,93% -R$ 2,97
R$ 4.499,00 R$ 494,89 11% R$ 494,89 11,00% R$ 0,00
R$ 4.600,00 R$ 506,00 11% R$ 509,03 11,07% R$ 3,03
R$ 4.800,00 R$ 528,00 11% R$ 537,03 11,19% R$ 9,03
R$ 5.000,00 R$ 550,00 11% R$ 565,03 11,30% R$ 15,03
R$ 5.200,00 R$ 572,00 11% R$ 593,03 11,40% R$ 21,03
R$ 5.400,00 R$ 594,00 11% R$ 621,03 11,50% R$ 27,03
R$ 5.600,00 R$ 616,00 11% R$ 649,03 11,59% R$ 33,03
R$ 5.800,00 R$ 638,00 11% R$ 677,03 11,67% R$ 39,03
R$ 5.839,45 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21
R$ 6.000,00 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21
R$ 7.000,00 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21
R$ 8.000,00 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21
R$ 9.000,00 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21
R$ 10.000,00 R$ 642,34 11% R$ 682,55 11,69% R$ 40,21

Como calcular meu desconto?

De acordo com o Governo Federal, o trabalhador pode calcular o valor exato que será descontado. O Portal de Serviços disponibiliza uma calculadora para os que os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) saibam com qual valor contribuirá a partir de 1° de fevereiro de 2020, quando as novas regras em vigor. Clique aqui e calcule suas alíquotas de contribuição

Fonte: IBDP

Veja mais