Padrasto confessa ter matado criança em Camaçari – veja vídeo

Autor: Débora Souza

Publicada em



Do Aratu Online, parceiro do Simões Filho Online

O padrasto do menino Guilherme, de 9 anos, morto com um tiro em Barra de Pojuca, localidade de Cachoeirinha, em Camaçari, na noite desta terça-feira (22/8), confessou ter matado o enteado por acidente. Ele confessou o crime em entrevista exclusiva ao repórter Fábio Gomes, do programa Ronda, da TV Aratu.

Charles de Jesus Santos disse que um caseiro, de prenome ‘Nenem’, mostrou-lhe a arma e que o tiro foi acidental. “Eu desmaiei”, disse o padrasto, referindo-se ao momento em que viu Guilherme, a quem chamava de ‘filho’, atingido. Nas imagens, o homem é visto chorando bastante.

A delegada Aymara Bandeira Vaccani, da 33ª Delegacia Territorial – DT/Monte Gordo, quem acompanha o caso, falou não se tratar de um crime premeditado e aconselhou Nenem a aparecer. Ele fugiu com medo de represália.

Assista: