PF deflagra operação após furto de R$ 100 milhões em cargas no porto de Aratu

Autor: Redação

Publicada em


Na manhã desta terça-feira (16), a Polícia Federal deflagrou uma operação contra o furto de carga no porto de Aratu, em Salvador. A operação “Carga Pesada” conta com aproximadamente 200 policiais federais que cumprem 53 mandados judiciais, 24 de prisão, duas conduções coercitivas e 27 de busca e apreensão em Salvador, Candeias, Simões Filho e Camaçari, além do estado de Minas Gerais. De acordo com a PF, duas empresas foram alvos da quadrilha, uma de concentrado de cobre, que é a única que importa o material no Brasil, e outra que armazena produtos de empresas variadas.

De acordo com investigações que começaram em 2014, após duas apreensões de caminhões feitas em Minas Gerais e São Paulo, a polícia identificou que R$ 10 milhões eram furtados por ano há pelo menos 10 anos, um total de R$ 100 milhões. Além do roubo das cargas, a quadrilha praticava extorsão e intimidava testemunhas. Nas investigações, a Polícia Federal identificou três homicídios e três tentativas de homicídio praticados por integrantes da organização.

Os acusados vão responder por furto qualificado, participação em organização criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa, corrupção passiva, coação no curso do processo e homicídios de testemunhas.