PM baleado em assalto a pedágio em Simões Filho permanece na UTI

Autor: Redação

Publicada em


O policial militar Cristiano Ramos Pinto continua internado em estado grave na UTI do Hospital da Bahia, desde a noite da última quarta-feira (28/3), após ter sido baleado na cabeça durante um assalto ao pedágio localizado na BA-524, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a Polícia, a vítima e outros dois outros policiais tinham acabado de sair do serviço. “Os policiais contaram que tinham acabado de sair do serviço e seguiam em direção a Feira de Santana, município onde moram. Eles aguardavam na fila do pedágio, quando um grupo de criminosos passou a saquear as cabines de cobrança e os motoristas que aguardavam o atendimento. Ao se aproximar dos PMs, os criminosos efetuaram disparos de arma de fogo e houve troca de tiros, mas eles conseguiram fugir”, afirmou a PM, em nota.

Na troca de tiros, um PM foi atingido na cabeça e foi socorrido para o Hospital Geral de Camaçari (HGC) – sendo transferido logo em seguida, para o Hospital da Bahia, em Salvador, onde está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave.

SUSPEITO MORTO

Um dos suspeitos de participar do crime, Kevisson, foi baleado no braço e foi socorrido para o Hospital Ouro Negro, em Candeias. O homem ficou custodiado na unidade de saúde, mas foi assassinado por quatro homens encapuzados dentro do hospital.

Kevisson chegou na unidade hospitalar lúcido e informou que foi baleado em via pública. No caso ocorrido no pedágio, a própria Polícia Militar confirmou que um bandido tinha dado entrada no Hospital Ouro Negro.

AÇÃO CRIMINOSA

As câmeras de segurança mostram a ação criminosa. Nas imagens, dois bandidos, cada um deles aborda um carro, manda os motoristas e passageiros saírem dos veículos e ameaça as vítimas com armas de fogo. O vídeo também mostra o momento em que um dos criminosos foge roubando um carro.