Polícia encontra mil latas de tinta falsificadas dentro de casa em Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


A Polícia Civil localizou cerca de 900 latas de tinta falsificada dentro de uma residência no município de Simões Filho (BA), na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Segundo o delegado Gustavo Coutinho, titular da da Delegacia de Repressão a Roubo de Cargas (Decarga), nas latas constavam uma mistura de cal, amido de milho e solvente, e tinha rótulos imitando o de uma marca famosa de tintas.

Segundo os investigadores, o fato aconteceu na noite da última quarta-feira (18/09). A polícia baiana recebeu informações da Polícia Civil de São Paulo sobre uma carga de tintas falsificadas que tinha ingressado no estado e estava na cidade de Simões Filho.

Após iniciar as incursões, o delegado do caso descobriu o local onde o produto estava armazenado. Dois homens naturais do estado de São Paulo foram conduzidos para a delegacia, onde informaram que tinham a função de comercializar a mistura, em cidades do interior da Bahia.

De acordo com Gustavo Coutinho, a mistura tinha aparência de mingau e cada lata seria vendida pelo valor de R$ 50,00 e os consumidores só descobririam a farsa após iniciar a pintura de suas residências. Cada lata tinha uma mistura de cal, amido de milho e solventes que parecia tinta, com o rótulo imitando uma marca famosa.

LEIA MAIS: Incêndio de grande proporção atinge fábrica em Simões Filho

“Cada lata seria vendida pelo valor de R$ 50,00 e os consumidores só descobririam a farsa após iniciar a pintura de suas residências. O responsável pela fabricação dessas tintas de prenome Leandro, já responde Inquérito Policial na cidade de Mogi das Cruzes em São Paulo e foi o responsável por encaminhar a referida carga para a Bahia”, informou o delegado.

A polícia instaurou um Inquérito Policial e irá aprofundar nas investigações.