Pouco inspirado, time reserva do Bahia perde na Fonte Nova para o Bahia de Feira

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Site E.C. Bahia

Em uma noite pouco inspirada na Fonte Nova, o time reserva do Bahia foi derrotado por 2 a 0 para o Bahia de Feira, nesta quarta-feira (30/1), pela 3a rodada do Campeonato Baiano 2019.

Com o resultado, o Esquadrão segue com 4 pontos na tabela de classificação, na 4a posição. O Tricolor volta agora suas atenções para a Copa do Nordeste, mais especificamente para o clássico BA-VI, que acontece neste domingo (03/02), às 17h (horário da Bahia), na Fonte Nova, com torcida única.

O próximo compromisso da equipe pelo Baianão será apenas na semana que vem, na quarta-feira (06/02), contra o Atlético, em Alagoinhas. Apoiado por mais de 11 mil torcedores na Fonte Nova, o Bahia começou o jogo pressionando o adversário, mas logo aos 7 minutos foi surpreendido por uma rápida cobrança de lateral, que resultou num cruzamento na área e o gol de cabeça de Jarbas.

O time de Feira seguiu recuado após ficar à frente no placar, mas logo aos 14, o Esquadrão teve a chance de empatar o duelo em pênalti batido por Clayton, defendido pelo goleiro Jair.

O Bahia não conseguia converter em chances sua maior posse de bola, ao passo que sofria com os perigosos contra-ataques do adversário. Até o fim do primeiro tempo, o Tricolor criou apenas três oportunidades, com Élber, num chute forte de dentro da área, Shaylon, em falta defendida por Jair, e Caíque, cabeceando para fora um cruzamento de Matheus Silva.

A etapa final começou com o Bahia em cima, e com duas substituições logo nos minutos iniciais, com Marco Antônio no lugar de Clayton e Flávio na vaga de Luiz Fernando. Antes da mudança, o time criou sua melhor chance de gol no segundo tempo, com uma cabeçada de Clayton defendida à queima-roupa por Jair.

Contudo, em mais uma boa jogada de transição, o time do interior ampliou a vantagem com Dionísio, aos 23. Sem conseguir furar a forte e organizada defesa do Bahia de Feira, o Esquadrão teve seus melhores momentos em lances de bola parada e chutes de longa distância, sobretudo nos pés de Shaylon, num esforço insuficiente para ao menos conseguir diminuir o marcador.

O Bahia atuou com Anderson; Matheus Silva (Douglas Borel), Ignácio, Ernando e Paulinho; Luís Fernando (Flávio), Douglas Augusto, Élber, Shaylon e Clayton (Marco Antônio); Caíque.