“Precisamos de mais mulheres nos espaços de poder”, defende deputada Kátia Oliveira

A deputada estadual defendeu o fortalecimento das ações para incentivar a participação das mulheres na política e garantir que elas possam ter condições de igualdade para disputarem e ocuparem cargos públicos. Durante o seminário “Mulheres na Política”, realizado nesta quinta-feira (5) em Simões Filho, a parlamentar ressaltou, ainda, que o é preciso mudar o cenário de desproporção entre a população feminina e as eleitas para cargos públicos.

O evento, que ocorreu na Câmara Municipal de Simões Filho, contou com a participação de centenas de mulheres e lideranças políticas do município e da região e teve como palestrantes Ana Paula Matos, secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador, e Eliane Sousa, gestora educacional e psicóloga, além da própria Kátia Oliveira, anfitriã do seminário. O prefeito da cidade, Dinha Tolentino, secretários e secretárias municipais, além de vereadores do município, também participaram do evento.

Em sua apresentação, a parlamentar apresentou dados relacionados às mulheres na política e no mercado de trabalho. Segundo ela, no trabalho, as mulheres ganham em média 30% a menos em relação a homens em funções similares. Já em relação aos cargos eletivos, no Senado, na Câmara dos Deputados e nas assembleias legislativas a proporção de senadoras e deputadas é em torno de 15%, apenas.

“Precisamos de mais mulheres nos espaços de poder e, para isso, precisamos de mais mulheres participando ativamente da política, disputando cargos de igual para igual. Precisamos, sim, despertar nas mulheres a vontade de sair dos bastidores e seguir para a linha de frente”, ressaltou a deputada.

Para ela, é preciso aumentar o número de mulheres em cargos de poder para aprofundar o debate em torno de temas de interesse do público feminino a violência contra as mulheres, a desigualdade nos salários e das condições para disputar eleições. “Somos a maioria da população, mas a minoria nos cargos eletivos. Isso precisa mudar”, frisou.

Ana Paula Matos ressaltou, em sua fala, que quem diz que não gosta de política é dominado por quem gosta. Ela ressaltou que as mulheres são líderes e, por isso, precisam estar na política para dar sua contribuição. Eliane, por sua vez, palestrou com o tema “importância da qualificação técnica e profissional para o exercício da função pública” e falou sobre a necessidade da educação e da busca por conhecimento para a atuação na vida pública.

No evento, as participantes ainda debateram as políticas públicas atuais de fomento à participação das mulheres na política, as ações realizadas por partidos, o baixo percentual de mulheres eleitas e as propostas que estão em debate para favorecer o ingresso do público feminino na vida pública. No final, foi realizado um sorteio de brindes para as participantes.

Veja mais