Preso na casa da irmã em Simões Filho suspeito de esfaquear fisioterapeuta com 68 golpes a mando do namorado

Autor: Redação

Publicada em


Imagem ilustrativa

O segundo homem suspeito de esfaquear a fisioterapeuta Isabela Oliveira Conde, de 36 anos, a mando do namorado dela, foi preso na casa de uma irmã em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS). A prisão aconteceu na última quinta-feira (14/03) e foi confirmada pela Polícia Civil. Isabela recebeu 68 facadas e sobreviveu, mas perdeu a visão de um dos olhos após o ataque. Ela contou que se fingiu de morta para conseguir se livrar dos criminosos.

De acordo com a delegada Simone Moutinho, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), Alex Pereira dos Santos, de 26 anos, conhecido como “Meu Tio”, estava escondido na casa da irmã em Simões Filho. Segundo a polícia, ele confessou o crime e confirmou que agiu junto com Adriano Adriano Santos de Jesus, que também já está preso. Alex já tinha mandado de prisão temporária em aberto.

De acordo com as investigações realizadas pela Deam/Periperi, Fábio Barbosa Vieira, de 37 anos, contratou Alex e Adriano para matar sua namorada após perceber que ela terminaria o relacionamento com ele. Cada um recebeu R$ 500 para executar o crime. “A vítima foi atacada no próprio carro, com mais de 60 golpes de faca, mas resistiu e foi socorrida para o Hospital do Subúrbio”, explicou a delegada Simone Moutinho.

O mandante do crime [namorado de isabela] foi preso em flagrante no mesmo dia e permanece no sistema prisional. Ele também irá responder por tentativa de feminicídio.

O Crime

Isabela Conde foi atacada no dia 28 de fevereiro, quinta-feira de carnaval, após deixar o expediente em um hospital de Salvador, onde trabalha como fisioterapeuta.

Fábio foi pegar a vítima no trabalho, no carro dela, junto com dois homens [Alex e Adriano], que seguiram no banco de trás do veículo. Durante o trajeto, Isabela foi dominada e esfaqueada com 68 golpes, enquanto Fábio dirigia o veículo. O ataque terminou apenas quando Isabela se fingiu de morta.

Ela foi jogada em uma ribanceira na BR-324, próximo a Sudic, em Simões Filho. Isabela foi socorrida por pessoas que passavam pelo local e levada para o Hospital do Subúrbio.

O casal começou a namorar em 2017 e tinham brigas constantes por conta dos ciúmes de Fábio.