Primeiro dia de Enem tem menor abstenção da história: 24,9%

Autor: Da redação com informações do Terra

Publicada em


O primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve o menor índice de abstenção da história da prova: 24,9%. Dos 5.513.749 inscritos, foi constatada a presença de 4.139.319 candidatos, o equivalente a 75,1%. No ano passado, a abstenção foi de 29,9%.

Ao comentar os dados, o ministro da Educação, Rossieli Soares, afirmou que o número pode ser melhorado na próxima semana, uma vez que a falta no primeiro dia de prova não impede que o candidato realize a segunda etapa da prova. Rossieli atribuiu a baixa abstenção à mudança das regras para inscrição.

Neste ano, pela primeira vez, o pedido de isenção de pagamento da taxa ocorreu num outro momento que a inscrição. Além disso, foi exigida a apresentação de justificativa para aqueles que receberam gratuidade no ano anterior e não compareceram à prova. “A baixa abstenção é resultado de um conjunto de fatores. Temos mais eficiência. A pessoa já sabia que se não comparecesse com justificativa perderiam o direito de gratuidade”, disse o ministro.

Neste último domingo (4/11), candidatos fizeram a prova de redação, ciências humanas e suas tecnologias , linguagens, códigos e suas tecnologias. Foram 5 horas e 30 minutos para responder às questões. No próximo domingo (11/11), a prova será de ciências da natureza e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias. Gabaritos e cadernos de questões serão divulgados no dia 14 de novembro e resultados, no dia 18 de janeiro.