Processo seletivo SEC – BA abre vagas para Professor Indígena

Autor: Concurso no Brasil

Publicada em


A Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC – BA) publicou o edital SEC/SUDEPE nº 001/2019 de seu processo seletivo simplificado destinado ao preenchimento de 190 vagas para Professores Indígenas, que serão contratados sob Regime Especial de Direito Administrativo – REDA. Este processo seletivo será executado pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Vagas

Das 190 vagas que estão em disputa, 185 são de ampla concorrência e 5 estão reservadas para candidatos com deficiência. As vagas serão distribuídas entre os municípios de Ibotirama, Ilhéus, Prado, Banzaê, Euclides da Cunha, Glória, Paulo Afonso e Eunápolis.

Para concorrer, o candidato precisa possuir nível médio com formação em magistério indígena, ser indígena e pertencer à etnia onde irá exercer suas atividades e possuir conhecimento dos processos de produção e dos processos econômicos da comunidade.

A jornada de trabalho será de 20 horas semanais e a remuneração é de R$ 1.014,35.

Estas vagas são temporárias com o objetivo de atender as necessidades de excepcional interesse público. O contrato terá duração inicial de dois anos e poderá ser renovado por igual período, apenas uma vez, a critério da administração pública.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre os dias 28 de fevereiro e 09 de março de 2019, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.selecao.uneb.br/profindigena/.

Não será cobrada taxa de inscrição.

Provas

Este processo seletivo será composto apenas por prova objetiva, a ser realizada nas cidades de Bom Jesus da Lapa, Euclides da Cunha, Eunápolis, Itabuna, Paulo Afonso e Teixeira de Freitas. Esta prova será realizada na data provável de 31 de março de 2019, no turno da tarde.

A prova objetiva será composta por conteúdos de Conhecimentos Gerais, envolvendo as disciplinas de Linguagem, Matemática, Sociedade e Natureza e por conteúdos de Conhecimentos Específicos, envolvendo as disciplinas de Referencial Curricular Nacional / Legislação Específica e Noções Gerais de Igualdade Racial.

Esta prova valerá 40 pontos e será composta por 40 questões, cada uma delas valendo um ponto.

Os candidatos terão até quatro horas para realizarem a prova e poderão se retirar do local somente após duas horas de seu início.

Critérios de aprovação e desempate

Serão aprovados neste processo seletivo os candidatos que obtiverem a nota mínima de 20 pontos na prova objetiva, desde que não zerem nenhuma disciplina desta prova. Caso ocorra empate na nota entre dois ou mais candidatos, serão adotados os seguintes critérios de desempate:

  1. Candidato de maior idade;
  2. Candidato com o maior número de acertos em Conhecimentos Específicos;
  3. Candidato com o maior número de acertos na disciplina de Noções Gerais de Igualdade Racial;
  4. Candidato que exerceu, efetivamente, a função de jurado.

Validade

O prazo de validade deste processo seletivo é de um ano, a contar da data de homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por mais um ano, a critério da Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC – BA).

Edital

Para mais informações sobre este processo seletivo, consulte o edital publicado na edição de 26 de fevereiro de 2019 do Diário Oficial do Estado da Bahia, a partir da página 20.