PT irá propor fim do mandato de Dilma e novas eleições para presidente

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Após a derrota na Câmara Federal neste domingo (17), o PT e o governo devem propor novas eleições para presidente. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o diretório do PT deve discutir nesta terça (19) que Dilma envie ao Congresso Nacional proposta de redução de seu próprio mandato para convocação de eleições presidenciais ainda neste ano, juntamente com eleições municipais do país.

Ainda de acordo com informações, nesta segunda (18), um grupo de seis senadores, entre eles Walter Pinheiro (ex-PT) e Lídice da Mata (PSB), irá propor eleições antecipadas para presidente e vice-presidente do Brasil.

Se o PT aprovar a ideia de redução do mandato e convocação de “diretas já”, a proposta deve ser levada à presidente nos próximos dias.

Nesse caso, a presidente Dilma proporia ao Congresso reduzir o seu mandato em dois anos e fazer novas eleições cujo vencedor ficaria seis anos na presidência sem direito a reeleição. Até o momento, ainda há dúvida entre os governistas sobre alguns pontos, como a sugestão de tempo do mandato do novo presidente e também se Dilma deveria se colocar como autora da proposta.

Dentro do PT e entre apoiadores do partido as novas eleições começam a ganhar cada vez mais simpatia a partir do momento em que a permanência da presidente se vê ameaçada. Caso a proposta das novas eleições seja levada adiante, a ideia é contar com a ajuda e pressão popular, insistindo na tese de que Michel Temer (PMDB) não teria legitimidade para ser presidente da República.