Publicitário João Santana e sua a mulher são presos ao chegarem no Brasil

João e Mônica chegaram ao país acompanhados do advogado Fábio Toufic que os acompanhou em um avião da PF para Curitiba

Autor: Correio 24 Horas

Publicada em


O publicitário João Santana e a mulher dele, Mônica Moura, foram presos na manhã desta terça-feira (23) logo depois de desembarcar no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Eles estavam em Punta Cana, na República Dominicana, e pousaram no Brasil por volta das 9h30, em um voo antecipado da Gol.

João e Mônica chegaram ao país acompanhados do advogado Fábio Toufic que os acompanhou, junto com agentes da Polícia Federal que estavam aguardando, em um avião da PF para Curitiba. O casal teve a prisão temporária decretada pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, que investiga a relação de João Santana com a empresa Odebrecht.

João e Mônica estavam em Punta Cana trabalhando na campanha eleitoral do presidente dominicano Danilo Medina.

A construtora também é alvo das investigações, por suspeita de ter feito repasses financeiros ao publicitário no exterior. O juiz federal Sérgio Moro determinou ontem (22) o sequestro de um apartamento, localizado em São Paulo, registrado em nome de Santana e de sua mulher. Há suspeita de que o imóvel teria sido pago com dinheiro retirado de uma conta secreta na Suíça.

Em outra medida cautelar em nome dos investigados, Moro decretou o bloqueio das contas pessoais de João Santana, de sua esposa, medida estendida ao engenheiro Zwi Skornicki, representante do Estaleiro Keppel Fels no Brasil, e do funcionário da empreiteira Odebrecht Fernando Migliaccio.