Qual o valor exato do Décimo Terceiro (13º) das aposentadorias do INSS

Autor: Folha/Agora Uol

Publicada em


Qual o valor exato do Décimo Terceiro (13º) das aposentadorias do INSS
Qual o valor exato do Décimo Terceiro (13º) das aposentadorias do INSS

Qual o valor exato do Décimo Terceiro (13º) das aposentadorias do INSS.

O 13º salário antecipado para aposentados e pensionistas do INSS só vai começar a pago no final do próximo mês, mas já dá para calcular quanto vai cair na conta e, mais do que em qualquer outro momento, planejar com cuidado como esse dinheiro será usado.

A antecipação das duas parcelas da gratificação —os pagamentos ocorrerão em abril e maio— acontece em um contexto de expansão da pandemia do novo coronavírus, o que causará uma crise econômica cujas previsões sobre a gravidade são desanimadoras. Veja as datas exatas de pagamento das duas parcelas.

O Brasil já admite que não haverá crescimento da economia neste ano e isso significará, provavelmente, aumento do desemprego.

O governo ainda não publicou a medida definindo os critérios a serem adotados para calcular o valor das parcelas, mas a regra aplicada em anos anteriores deverá ser mantida.

Se ligue: Aposentados do INSS vão receber dinheiro pela revisão do artigo 29

Com base nas regras utilizadas para definir as parcelas do abono, a reportagem mostra 153 simulações de valores das duas parcelas para beneficiários de diversas faixas de renda entre o piso de R$ 1.045 e o teto previdenciário de R$ 6.101,06. Confira os valores ao final do texto.

Para quem já estava recebendo benefício em 2019 ou passou a ser beneficiário em janeiro de 2020, a primeira parcela do abono será equivalente à metade da renda mensal do segurado, sem descontos.

A segunda parcela, porém, exige mais atenção para beneficiários com até 64 anos de idade e que têm renda mensal acima de R$ 1.903,98. O valor dessa segunda parte do 13º será menor do que o da primeira porque haverá o desconto do Imposto de Renda.

Para quem tem a partir de 65 anos, o imposto é aplicado nos benefícios com valor mensal acima de R$ 3.807,96, pois há uma parcela extra de isenção.

Quem passou a ser beneficiário a partir de fevereiro tem um abono proporcional ao número de meses em que recebeu a renda do INSS no ano passado, conforme a regra utilizada em anos anteriores.

Veja mais: INSS devolve quase R$60 milhões para milhares de aposentados

Pagamento
O INSS vai pagar nas competências de abril e de maio as duas parcelas do 13º salário de aposentados, pensionistas e demais beneficiários com direito à gratificação.

Isso significa que as duas partes do abono cairão nas contas dos segurados nas mesmas datas em que eles receberão os seus benefícios relativos aos meses já mencionados.

A primeira parcela cairá na conta, portanto, entre os dias 24 de abril e 8 de maio de 2020. Já a segunda parte da gratificação antecipada será depositada entre 25 de maio e 5 de junho.

A distribuição dos beneficiários entre as datas de pagamento seguirá a mesma ordem dos depósitos mensais de aposentadorias, pensões e auxílios.

Veja também: 11 mudanças urgentes feitas pelo INSS que todo aposentado precisa saber

Segurados que ganham salário mínimo começam a receber primeiro, já na última semana do mês de cada competência, ou seja, em abril e maio.

Para segurados que ganham acima do piso, os depósitos da primeira e da segunda parcelas do abono ocorrerão, respectivamente, a partir dos dias 4 de maio e 1º de junho.

A distribuição dos segurados no calendário de pagamentos do 13º salário do INSS também segue o mesmo critério da renda mensal: o dia em que cada um recebe depende do número final do benefício, sem contar o dígito verificador.

Veja tabela de valores:

Benefício 1ª parcela 2ª parcela 2ª parcela (maior de 65 anos)
1.045,00 522,50 522,50 522,50
1.100,00 550,00 550,00 550,00
1.200,00 600,00 600,00 600,00
1.300,00 650,00 650,00 650,00
1.400,00 700,00 700,00 700,00
1.500,00 750,00 750,00 750,00
1.600,00 800,00 800,00 800,00
1.700,00 850,00 850,00 850,00
1.800,00 900,00 900,00 900,00
1.900,00 950,00 950,00 950,00
2.000,00 1.000,00 992,80 1.000,00
2.100,00 1.050,00 1.035,30 1.050,00
2.200,00 1.100,00 1.077,80 1.100,00
2.300,00 1.150,00 1.120,30 1.150,00
2.400,00 1.200,00 1.162,80 1.200,00
2.500,00 1.250,00 1.205,30 1.250,00
2.600,00 1.300,00 1.247,80 1.300,00
2.700,00 1.350,00 1.290,30 1.350,00
2.800,00 1.400,00 1.332,80 1.400,00
2.900,00 1.450,00 1.369,80 1.450,00
3.000,00 1.500,00 1.404,80 1.500,00
3.100,00 1.550,00 1.439,80 1.550,00
3.200,00 1.600,00 1.474,80 1.600,00
3.300,00 1.650,00 1.509,80 1.650,00
3.400,00 1.700,00 1.544,80 1.700,00
3.500,00 1.750,00 1.579,80 1.750,00
3.600,00 1.800,00 1.614,80 1.800,00
3.700,00 1.850,00 1.649,80 1.850,00
3.800,00 1.900,00 1.681,13 1.900,00
3.900,00 1.950,00 1.708,63 1.943,10
4.000,00 2.000,00 1.736,13 1.985,60
4.100,00 2.050,00 1.763,63 2.028,10
4.200,00 2.100,00 1.791,13 2.070,60
4.300,00 2.150,00 1.818,63 2.113,10
4.400,00 2.200,00 1.846,13 2.155,60
4.500,00 2.250,00 1.873,63 2.198,10
4.600,00 2.300,00 1.901,13 2.240,60
4.700,00 2.350,00 1.926,86 2.283,10
4.800,00 2.400,00 1.949,36 2.320,40
4.900,00 2.450,00 1.971,86 2.355,40
5.000,00 2.500,00 1.994,36 2.390,40
5.100,00 2.550,00 2.016,86 2.425,40
5.200,00 2.600,00 2.039,36 2.460,40
5.300,00 2.650,00 2.061,86 2.495,40
5.400,00 2.700,00 2.084,36 2.530,40
5.500,00 2.750,00 2.106,86 2.565,40
5.600,00 2.800,00 2.129,36 2.600,40
5.700,00 2.850,00 2.151,86 2.635,40
5.800,00 2.900,00 2.174,36 2.670,40
5.900,00 2.950,00 2.196,86 2.705,40
6.000,00 3.000,00 2.219,36 2.740,40
6.101,06 3.050,53 2.242,10 2.775,77

Fonte: Agora/Folha/Uol