Rajada de tiros! Jovem é assassinado com vários tiros em Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto: Reprodução

Um jovem, que aparenta ter 20 anos, foi baleado e morreu no fim da manhã desta quinta-feira (30/11), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), segundo informaram testemunhas. O crime ocorreu na Rua Mendes Sá, localidade conhecida como Jardim Renatão.

De acordo com as primeiras informações, populares relataram ter ouvido rajadas com mais de 30 disparos de arma de fogo. Conforme os relatos, o tiroteio teria acontecido entre integrantes de grupos rivais, mas ainda não há informações se a vítima estava envolvida na troca de tiros ou se passava pelo local no momento. Outro jovem, que não teve o nome divulgado, morador do bairro, também foi baleado, mas até o momento da publicação desta matéria, não teria dado entrada no Hospital Municipal.

Outra versão, também indicada por testemunhas, aponta que homens fortemente armados perseguiram a vítima e disparam vários vezes. O jovem ainda teria tentado correr, mas acabou sendo alcançados pelos atiradores.

Já a Polícia Militar informou, ao Simões Filho Online, que o corpo foi desovado as margens da BA-093. Uma equipe da 22ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi encaminhada e constatou o óbito, mas não localizou nenhum suspeito. O Departamento de Polícia Técnica (DPTfoi acionado para realizar a remoção da vítima, como também os procedimentos de perícia e encaminhamento ao Instituto Medico Legal (IML), na capital baiana.

O nome e a idade do homem morto ainda não foram divulgados.

Simões Filho 1
No bairro de Simões Filho 1, também em Simões Filho, uma mulher foi morta com tiros na cabeça, por volta das 6h desta quinta-feira (30/11). De acordo com informações da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Simões Filho), o corpo da vítima foi encontrado por moradores da região nas proximidades de uma linha férrea.

Ainda conforme a PM, a vítima, que aparenta ter 30 anos de idade, estava trajando um vestido rosa e portava uma bolsa marrom. Ao lado do corpo fora deixado um capacete, supostamente usado pela mulher. Ainda não há informações sobre as circunstâncias e a motivação do crime.