Prefeitura de Simões Filho realiza 1ª Audiência Pública para discute Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo

Autor: Redação

Publicada em


A prefeitura de Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS), através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc), realizou nesta quinta-feira (21), a 1ª Audiência Pública, de apresentação e construção do Plano de Atendimento Socioeducativo municipal.

“Essa é uma das grandes preocupações do nosso Prefeito Dinha, que cuida, zela e preza pelos direitos das nossas crianças, adolescentes e jovens. O Plano vem sendo construído de forma transparente, plural e coletiva. As Audiências Públicas fortalecem a participação social e tem como objetivo o atendimento e acolhimento aos nossos adolescentes em situação de conflito com a lei”, destacou Andréa Pereira, secretária da Sedesc.

O plano traz a tona questões relacionadas ao desenvolvimento pleno do jovem na sociedade, garantindo os seus direitos e deveres, como lazer e educação, além de fortalecer a rede de proteção a favor das crianças, adolescentes e jovens.

De modo coletivo, reunindo diversos segmentos da sociedade, o Plano vem sendo construindo de modo intersetorial e estão diretamente envolvidos: as secretárias de Educação, Saúde, Esporte, Lazer e Juventude, Cultura e ainda através da Sedesc: O Centro de Referência da Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), Proteção Social Especial e Básica, Centro de Convivência de Idosos, Programa Bolsa Família, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Coordenação da Igualdade Racial, além da participação de diversos conselhos de direitos autorais, a exemplo do Conselho Municipal de Criança e Adolescente, e Conselho Tutelar.

Estiveram presentes: a secretária da Sedesc – Andréa Pereira, membros dos diversos segmentos que participam da criação do Plano, além do advogado e consultor dos direitos das Criança e Adolescente, da Comissão de Direitos Humanos da OAB – Dr. Marcus Magalhães, promotora pública – Drª Simone Ferreira, além dos alunos do Colégio Alberto Silva.