Rui entrega nesta quarta (02), R$ 7,4 milhões em novos equipamentos em Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto Mateus Pereira/GOVBA

Antes da viagem à China, na sexta (4), o governador do Estado da Bahia, entregará equipamentos e viaturas em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador.

Cinquenta veículos, 141 computadores e cerca de 6,5 mil materiais utilizados no combate a incêndios serão entregues pelo ao Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA). A cerimônia será realizada às 9h30 desta quarta-feira (2), no Departamento de Ensino e Pesquisa do CBM-BA, em Simões Filho, quando também serão apresentados os novos uniformes da corporação.

A aquisição do Governo do Estado ainda inclui 142 materiais operacionais permanentes e mais de 500 mobiliários para os novos departamentos do Corpo de Bombeiros. Ao todo, são cerca de R$ 7,4 milhões investidos na compra de mais de sete mil itens.

Na oportunidade, Rui deve anunciar investimentos para a região.

Viagem à China

O governador Rui Costa viaja para a China no dia (4) de março com o objetivo de destravar obras estruturantes no estado. De acordo com Rui, a ponte Salvador-Itaparica, o Porto Sul, a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio de Salvador estão incluídos nas negociações.  “Nós vamos apresentar projetos estruturantes, investimentos na área de infraestrutura logística, na área de energias renováveis, na área de abastecimento e tratamento de água, porque eles também têm empresas que fazem investimentos nessa área. Vamos apresentar as possibilidades de investimentos na Bahia. Nós estamos otimistas, inclusive está no planejamento assinar protocolos de entendimento, [que] já [são] passos adiante para que essas empresas venham produzir aqui”, afirma o governador.

A comitiva inicia a viagem na próxima sexta-feira (4) e retorna ao Brasil no dia 14. “Eu estou indo acompanhado de empresários baianos, de mineradores instalados na Bahia, para que eles possam ajudar a demonstrar todo o potencial empresarial de nosso estado. E, portanto, quem sabe firmar parcerias de empresas chinesas com empresários baianos e empresários nacionais”, acrescenta Rui.