Saiba como os serviços não essenciais funcionarão até 12 de abril em Simões Filho

Saiba como os serviços não essenciais funcionarão até 12 de abril em Simões Filho
Saiba como os serviços não essenciais funcionarão até 12 de abril em Simões Filho. Foto: Divulgação

Saiba como os serviços não essenciais funcionarão até 12 de abril em Simões Filho

O prefeito de Simões Filho, Dinha Tolentino anunciou, através do Decreto Municipal Nº 427/2021 publicado no último sábado (03), as novas regras de funcionamento do comércio e dos serviços não essenciais que ficaram em vigor até o dia 12 de abril, como medidas temporárias para o enfrentamento e contenção da COVID-19.

O toque de recolher imposto pelo Governo do estado continua válido, mas com o horário prorrogado de  20h às 5h.

Confira o que poderá funcionar:

Hipermercados, supermercados, mercados, padarias, açougues, clínicas, serviços de imagem radiológica, laboratórios de análises clínicas, clínicas veterinárias e pets shops ficam autorizados a funcionar até às 19:00;

>>Simões Filho: Prefeitura inicia 2ª dose da vacinação em trabalhadores da saúde e idosos

Oficinas e casas lotéricas ficam autorizados a funcionar até às 18:00;

Bares, lanchonetes, restaurantes ficam autorizados a funcionar até às 18:00, com ocupação de até 02 (duas) pessoas por mesa e distanciamento de 1,5 (m) entre as mesas;

Farmácias, postos de combustíveis e serviços médicos de urgência e emergência ficam autorizados a funcionar sem restrição de horário.

Os estabelecimentos comerciais e serviços não indicados acima ficam autorizados a funcionar até às 16:00.

O serviço de delivery fica autorizado a funcionar até às 24h.

>>Bahia reduz em 74% a fila de espera de pacientes para leito de UTI

Igrejas, templos religiosos e academias ficam autorizados a funcionar até às 19:45, com capacidade máxima de lotação de 50% (cinquenta por cento), respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente a medição de temperatura de todos os presentes, a disponibilização de álcool gel e líquido (70%), o distanciamento social adequado (1,5 m de distância) e o uso de máscaras.

O que fica suspenso:

Fica proibido o estacionamento ao longo das Avenidas Rui Barbosa e Altamirando de Araújo Ramos, das 06:00 às 20:00.

Fica vedada a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras durante o período, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.

O que é obrigatório:

Fica obrigatório, em todo o Município, o uso de máscaras de proteção facial, industriais ou caseiras, por todas as pessoas que precisarem sair de suas residências, principalmente quando dentro de qualquer forma de transporte público, individual ou coletivo, em espaços ou locais públicos, ou no interior de estabelecimentos abertos ao público, sob pena de ser autuado em flagrante pela prática dos crimes contra a saúde pública e desobediência, previstos nos art. 268 e 330 do Código Penal Brasileiro.

>>Entenda como vai funcionar a nova rodada do auxílio emergencial

O descumprimento às medidas estabelecidas neste decreto será caracterizado como infração à determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa, ensejando a aplicação de multa, retenção de veículo, e cassação de alvará de funcionamento, sem prejuízo à aplicação de demais medidas sancionadoras.

As medidas, ora estabelecidas, estão sujeitas à ampliação ou revogação em qualquer momento, podendo ser ajustadas gradativa e progressivamente a depender da propagação do COVID-19 e seus desdobramentos sobre a dinâmica social.

Veja mais