Saiba quais são os 10 alimentos que gatos não podem comer

Mesmo que o impulso para agradar os pets seja grande, existem muitos alimentos que podem fazer mal a cachorros e felinos. No caso dos gatos, leite, chocolate e ovos e peixes crus são alguns deles. Mas para que você realmente esteja ciente do que pode ou não dar para o animal, nós preparamos uma lista com 10 alimentos e bebidas que devem ser evitados. A seguir, saiba quais são os 10 alimentos que gatos não podem comer.

>Alimentos sem glúten que podem comer sem medo

1. Peixe cru

O peixe cozido, desfiado e sem espinhas pode até servir para complementar a alimentação dos gatos. Mas se o alimento estiver cru, deixe-o longe do seu bichinho! O peixe cru contém enzimas que podem provocar no animal a deficiência de vitaminas do complexo B, que são extremamente importantes para preservar a saúde felina.

2. Ovo cru

No caso do ovo cru, a problemática é uma bactéria conhecida como salmonella. Se ingerida através do alimento, a probabilidade de intoxicação alimentar do animal é bem alta. Além disso, a clara de ovos ainda crua costuma conter uma proteína chamada avidina, que pode inibir a absorção de vitamina E no corpo do animal.

>Alimentos que lhe ajudam a perder peso se você incluí-los em seu café da manhã

3. Abacate

Além de ser uma fruta extremamente gordurosa, a composição do abacate conta com a presença de uma substância extremamente tóxica para os gatos, chamada persina. Sua ingestão afeta diretamente o sistema digestivo do animal e pode causar diarreia, vômitos e dificuldades de respiração.

4. Café

O café definitivamente está na lista de alimentos proibidos para os felinos. O grande problema da bebida, na verdade, é a cafeína – ela atua diretamente no sistema nervoso central dos pets e pode gerar hiperatividade, tremores e até palpitações cardíacas. Ou seja, é melhor deixar a xícara de café, chá e mate (que também são ricos na substância) bem distante do seu gato.

5. Leite

Durante o período de amamentação de gatos recém-nascidos, o leite da vaca muitas vezes é permitido. Mas depois de alguns anos, muitos dos felinos acabam desenvolvendo algum grau de intolerância à lactose. Assim, o alimento pode causar diarreia, vômitos e uma série de problemas no estômago, sendo mais seguro evitá-lo.

Cinco deliciosas receitas de crepioca que não engordam para incluir na dieta 

GÉRMEN DE TRIGO

6. Chocolate

Muita gente sabe que o chocolate é um alimento tóxico para os cachorros. Mas a verdade mesmo é que essa regra vale para todos os pets, inclusive os gatos. Além das doses de cafeína, o chocolate possui uma substância chamada teobromina, que é supertóxica para os felinos. Sem contar que o açúcar presente no doce pode colaborar para deixar o seu gato diabético e obeso. No fim, é melhor tirar o chocolate e outros tipos de guloseimas do cardápio.

7. Uvas e passas

As uvas possuem componentes tão prejudiciais aos gatos que, se ingeridas em grandes quantidades, chegam a causar lesões renais agudas ou até mesmo a falência dos rins do animal. E isso vale para qualquer variação da fruta, até mesmo as uvas passas!

8. Tomate

Devido a presença de uma substância tóxica (solalina) o tomate também entra na lista dos alimentos que o seu gato jamais deve comer. A solanina também marca presença na batata inglesa, no pimentão e na berinjela – outros três alimentos que devem ser evitados.

Fácil e fit: aprenda a fazer pipoca doce sem açúcar

9. Alho

O alho também é bem perigoso para os gatos. Composto por uma substância chamada tiossulfato, esse tempero tão comum na nossa cozinha pode afetar os glóbulos vermelhos do felino, reduzir a sua capacidade de transportar oxigênio pelo corpo e possivelmente desenvolver anemia. Então é melhor não ceder ao impulso de dar um pedacinho da sua comida ao pet e deixar o tempero bem longe do seu animal de estimação.

Coxinha Fit: O delicioso salgadinho pode ser saudável

10. Cebola

A cebola segue a mesma lógica que o alho: formada por um composto conhecido como dissulfeto de n-propil, o tempero também pode causar anemia em felinos e não deve ser ingerido pelos pets. Por isso, fique muito atento na hora de compartilhar a sua comida com o seu animal de estimação e dê sempre preferência às rações. Casa Prática Qualitá

Veja mais