Sem ter onde morar, família vive em cama de casal em calçada de Simões Filho; Prefeito passa no local e toma atitude

Autor: Yanara Cardeal

Publicada em


Foto: Simões Filho Online

Uma cena incomum foi registrada na manhã desta segunda-feira (23/4), próximo ao Centro da cidade de Simões Filho, localizada na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Um casal morador de rua usou uma cama box retirada do lixo para que pudessem morar em uma calçada, embaixo de um viaduto localizado próximo ao Terminal Rodoviário da cidade.

Foto: Simões Filho Online

Com o final de semana chuvoso e devido a chegada do período frio, muitos moradores de rua estão sofrendo, por não ter onde  morar acabam indo em busca de locais onde possam se abrigar da chuva. É comum a presença deles na frentes de lojas do comercio da cidade, nos coretos das praças e até mesmo nos pontos de ônibus, mas dessa vez, o que chamou a atenção é que um casal escolheu a calçada para montar uma cama e levou para o local os poucos pertences que possuem.

Quem transitou por alí , não pôde deixar de notar a presença da dupla, que mesmo com a chuva que caiu na cidade nas primeiras horas do dia e com a circulação intensa de veículos dormiam tranquilamente, não se importando com a presença dos curiosos.

Foto: Simões Filho Online

Embora a cena seja bastante inusitada, o caso comoveu os que trafegam no local, pois o lugar onde o casal escolheu para fazer de abrigo, oferece muitos riscos, pois além de ser inapropriado para moradia, está em uma região de entrada e saída de veículos, é pouco iluminado e caso ocorra algum acidente os moradores de rua poderão ser atingidos.

O SOCORRO

O psicólogo e coordenador da proteção social Eli Carlos, que é funcionário da Prefeitura Municipal de Simões Filho, esteve no local e conversou com o casal. Em entrevista ao Simões Filho Online, ele informou que a perspectiva da politica de assistência é a garantia de direitos, independente deles serem passantes, andarilhos, em fim, precisam que os seus direitos sejam garantidos. “Eles serão conduzidos para o Centro Pop, um centro de referencia especializado para a população em situação de rua, localizado em Itapuã. Lá eles serão direcionados para o serviço de acolhimento institucional”, disse o coordenador.

O psicólogo informou ainda, que tomou conhecimento do caso através do Prefeito Diógenes Tolentino (MDB), que ao passar pelo local avistou o casal e acionou a Secretária de Serviço Social, Andreia Pereira, que imediatamente enviou uma equipe com apoio da Guarda Municipal para ajudar a resolver a situação.

Segundo o profissional, o casal identificado como Silvanira e Erivaldo, aparentam ser dependentes químicos, e por isso, foram encaminhados para o Centro na capital baiana, onde serão acompanhados por uma equipe especializada que dará todo suporte necessário ao casal.

Foto: Simões Filho Online
Foto: Simões Filho Online

 

Foto: Simões Filho Online

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO