SÉRIE A: Dupla Ba-Vi estreia neste final de semana no Campeonato Brasileiro 2018

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Iza Azevedo / Aratu Online
Do Aratu Online, parceiro do Simões Filho Online

A contagem regressiva, enfim, acabou!

É hoje!

Após pouco mais de quatro meses, rubro-negros e tricolores vão ver novamente os dois times em ação pela Série A do Campeonato Brasileiro. Para a torcida do Vitória, a expectativa é que o cenário seja bem diferente ao que foi visto no ano anterior. Em 2017, o time ficou à beira do rebaixamento. Com 43 pontos em 38 jogos, o Leão terminou o certame nacional como ‘porteiro’ do temido Z-4. Míseros 37% de aproveitamento.

Ao contrário do arquirrival, o Bahia viveu uma campanha bem mais tranquila e empolgante. O Tricolor de Aço chegou até mesmo a flertar com uma vaga na Taça Libertadores. O sonho, porém, ficou pelo caminho. Faltaram 4 pontos para o time entrar na fase eliminatória da competição. Como ‘prêmio’ pelos 50 pontos e 12ª posição no certame: a vaga na Copa Sul-Americana 2018 – a estreia, por sua vez, foi com revés.

Nesta primeira rodada, o Vitória recebe o Flamengo, às 19h, no Barradão. Se não bastasse a pressão pela perda do Campeonato Baiano, o time comandado pelo técnico Vagner Mancini vai encarar um adversário também ‘em apuros’. Pois, a eliminação na semifinal do Campeonato Carioca deixou o time do Flamengo ainda mais pressionado pela conquista de um título de expressão em 2018.

LEIA MAIS:  COPA DO BRASIL: Vitória é derrotado pelo Internacional por 2 a 1, em Porto Alegre

“Será muito importante para nós começar bem. Vamos em busca do título que o Flamengo merece e também tentar conquistar os três pontos lá no Barradão”, ressaltou o técnico interino do Fla, Maurício Barbieri. O discurso é bem parecido ao de Mancini.

“A equipe teve um bom rendimento contra o Inter (em partida válida pela Copa do Brasil, na última quarta), anulamos o adversário na maior parte do tempo e sofremos o gol em um dos últimos lances. Tivemos intensidade e volume de jogo, principalmente na primeira etapa. Assimilamos os erros e acertos e agora é trabalhar forte, fazer uma boa partida contra o Flamengo e buscar a vitória”, sacramentou.

Para partida deste sábado, o técnico rubro-negro tem problemas. Diagnosticado com uma lesão grau um na coxa direita, o atacante Neilton vai ficar fora de combate por quinze dias. Principal nome do Vitória neste início de temporada, o jogador se machucou na partida do último domingo, contra o Bahia, no Barradão. O atacante sentiu o incômodo aos 11 minutos do segundo tempo e teve que ser substituído.

Além de Neilton, Mancini tem outras duas baixas. Ele também não vai poder contar nas próximas partidas com o volante Fillipe Soutto, que sofreu uma distensão no colateral medial e o atacante Luan, com um trauma na coxa.

Do lado do Bahia, o técnico Guto Ferreira vive situação bem mais cômoda. Ele só não terá à disposição o zagueiro Lucas Fonseca, que, segundo o clube, vai ser preservado da partida. O defensor volta a campo na segunda rodada do Brasileirão, contra o Santos, no dia 21 de abril, na Fonte Nova. Ausentes da estreia na Copa Sul-Americana por decisão da comissão técnica, Tiago, Léo, Gregore, Elton e Vinicius retornam ao time.

A partida em solo gaúcho é marcada por reencontros. Pra começar, Guto Ferreira visita o Beira Rio pela primeira vez após deixar o comando do Colorado a três rodadas do fim da Série B 2017. Foram 33 partidas à frente do Inter – com 17 vitórias, nove empates e sete derrotas, aproveitamento de 60%. Além disso, os tricolores vão enfrentar um velho ídolo: o goleiro Marcelo Lomba.

Com passagem marcante pelo Bahia, inclusive, com títulos de Campeão Baiano em 2012 e 2014, o carioca se diz ansioso por este momento. “Foi formado pelo Flamengo, mas foi no Bahia que eu tive projeção nacional. É um clube que conquistei títulos, fui capitão, eleito o melhor goleiro do Brasil em 2012, guardo boas lembranças…”, ressaltou Lomba durante entrevista coletiva.

MARCA HISTÓRICA

Bahia, Ceará, Sport e Vitória serão os representantes nordestinos na Série A  em 2018. Será a primeira vez na era dos pontos corridos que quatro equipes da região vão disputar o torneio. A última vez que o certame teve tantos nordestinos foi em 2001.  Na ocasião, Bahia, Vitória, Sport e Santa Cruz jogaram o torneio – que tinha vinte e oito participantes.

ARBITRAGEM

Internacional x Bahia

O juiz Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, do quadro da CBF, vai apitar a ‘reedição da final do Brasileirão de 1988’. Ele terá o auxílio dos assistentes Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires, ambos do quadro da Fifa. Edson Antônio de Sousa ficará na função de quarto árbitro. Todos os integrantes do grupo de arbitragem são nascidos no estado de Goiás.

Vitória x Flamengo 

O Mato-grossense Wágner Reway foi escalado para comandar a Vitória e Flamengo na estreia das equipes no Brasileirão Série A 2018. Reway será auxiliado por Fábio Rubinho e Marcelo Grando, Renan Angelim será o quarto árbitro. Rafael Odílio e Marcelo Alves serão os árbitros assistentes adicionais.