Em Simões Filho 2.800 moradias do Minha Casa Minha Vida deveriam ter sido entregues no final de 2014

Aluguel continua a ser pesadelo na vida de famílias de Simões Filho

Autor:

Publicada em


As obras do programa habitacional, que beneficia famílias de baixa renda em Simões Filho, não foram concluídas pelas empresas contratadas pela Caixa Econômica Federal no município. Foram contratadas 6.730 unidades habitacionais para os simõesfilhenses. 2.800 casas populares do Programa Minha Casa Minha Vida deveriam ter sido entregues no final de 2014. Segundo a Caixa, as construtoras paralisaram todas as obras devido a dificuldades financeiras e abriram falência, o que prejudicou a entrega de todos os empreendimentos previsto paro o município.

 

Famílias de Simões Filho inscritas no Programa Minha Casa Minha Vida ainda aguardam a entrega de empreendimentos residenciais que deveriam ser entregues em Dezembro/2014. Podemos citar alguns deles:

 

(840 unidades) Residencial Bela Vista, Jardim Eldorado, deveriam ter sido entregues em 19/12/2014;

(480 unidades) Residencial Parque Bela Vista I, Santo Antonio, deveriam  ter sido entregues em 19/12/2014;

(480 unidades) Residencial Parque Bela Vista II, Santo Antonio, deveriam  ter sido entregues em 22/12/2014;

(500 unidades)Residencial Parque Universitário I, Vida Nova, deveriam  ter sido entregues em 22/12/2014;

(500 unidades) Residencial Parque Universitário II, Vida Nova, deveriam  ter sido entregues em 19/12/2014.

 

O Simões Filho Online entrou em contato com assessoria de comunicação da Caixa Econômica Federal. Segundo eles, até o momento, foram contratadas 6.730 unidades habitacionais da Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) em Simões Filho (BA) – esta faixa do Programa atende a população com renda familiar de até R$ 1.600 por mês.

 

A Caixa esclareceu ainda, que os atrasos se deram devido à substituição de construtoras que paralisaram as obras devido a dificuldades financeiras e consequente falência, devendo, assim, a Caixa lançar edital para contratação de novas empresas, necessitando, ainda, a revalidação de projetos, autorizações, licenças ambientais, acarretando a consequente reprogramação dos cronogramas de obras.

 

A Caixa esclareceu, também, que a seleção e indicação das famílias beneficiadas pelo Minha Casa Minha Vida é de competência do poder público municipal de Simões Filho.

 

Aluguel continua a ser pesadelo na vida de famílias de Simões Filho

O atraso frustra famílias de Simões Filho, a maioria delas se inscreveu no Projeto Minha Casa Minha Vida no ano de 2009/2010/2011 e 2012, e até o momento não foram contempladas. Enquanto obras dos empreendimentos não se resolve, simõesfilhenses paga um preço alto pela irresponsabilidade do poder publico.

 

O Programa “Minha Casa, Minha Vida” é um projeto habitacional do Governo Federal, em parceria com os estados, municípios e iniciativa privada, gerido pelo Ministério das Cidades e financiado pela Caixa Econômica Federal. O objetivo é a construção de casas destinadas às famílias de baixa renda.