SIMÕES FILHO: Alan Gabriel não foi baleado no “Bar do Coco” – Entenda a verdadeira história

Autor: Yanara Cardeal

Publicada em


O jovem Alan Gabriel da Silva Barcelar, 21 anos, morador de Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS), que veio a óbito na tarde desta quarta-feira (2/5), após ter sido atingido por diversos disparos de arma de fogo na noite da última terça-feira (1/5), não estava no Bar do Coco quando foi alvejado, conforme vem sendo divulgado nas redes sociais.

Preocupado com os comentários que circulam na internet e associam a morte de Alan Gabriel ao Point do Coco, um estabelecimento bastante conhecido na cidade e muito frequentado pela população, o proprietário do bar entrou em  contato com o Simões Filho Online para esclareceu o mal entendido a respeito do crime, e solicitou que fosse explicado a população da cidade que estas informações não procedem e que o jovem não morreu em seu bar. “Não foi no Bar do Coco, o crime não aconteceu lá no meu bar”. 

O empresário Antonio Marcos, popularmente conhecido como Tayrone, comentou ainda, que na hora do crime, embora o caso tenha acontecido distante do seu bar, ele se preocupou em ligar imediatamente para a polícia para informar o fato. Ele disse ainda, que seu estabelecimento tem diversas Câmeras de Segurança instaladas e que no banheiro do bar há placas informando que a cada 20 minutos o local é monitorado pela Polícia Civil e Militar, pois o mesmo se preocupa com o bem-estar dos seus clientes.

Embora o crime não tenha acontecido no seu comércio, Marcos lamentou o ocorrido.

A verdadeira história

Alan Gabriel estava na Praça do  Cia I, que fica em frente a Avenida Elmo Cerejo de Farias, e o mesmo foi surpreendido por dois homens armados que chegaram ao local a bordo de uma motocicleta.

Os atiradores se aproximaram do jovem e efetuou o primeiro disparo. Gabriel conseguiu correr, mas foi perseguido pelo seus executores e acabou sendo atingindo por mais dois tiros.

Os criminosos fugiram logo depois de balear Gabriel. A vítima foi socorrida imediatamente pelas pessoas que estavam no local, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA CIA), que fica a pouco metros do cenário do crime, devido a gravidade dos ferimentos foi transferido para um hospital em Salvador, onde morreu no inicio da tarde desta quarta-feira (2/5).

O caso será investigado pela 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho.