Simões Filho: Alunos denunciam situação “abominável” da Escola Luiz Palmeira: “Sem porta, sem descarga, sem água comendo biscoito seco”

Autor: Redação

Publicada em


Estudantes da Escola Municipal Padre Luiz Palmeira, localizado no Centro de Simões Filho, ao lado da Prefeitura Municipal, registraram a precariedade da estrutura onde a unidade de educação funciona. Entre os problemas apontados, os alunos reclamam da situação de abandono dos banheiros da unidade de ensino e da falta de água. Além disso, falta de privacidade na hora de utilizar os banheiros, que não possuem portas nas cabines sanitárias individuais. Os alunos convivem ainda com vasos sanitários danificados, outros até sem o vaso, entre outros problemas. [Veja vídeo no final da matéria]

As imagens feitas por celulares mostram que no banheiro feminino está totalmente sujo e com os vasos sanitários danificados. De acordo com os alunos o mal cheiro é insuportável. No banheiro masculino a situação é mesma. Nos dois espaços, os alunos ficam expostos caso precisem utilizar os vasos sanitários.

“Eu não sei porque está sem água, alguns dizem que é falta de pagamento, outros falam que a bomba está quebrada. A semana todo a gente estava sem água comendo biscoito seco. Ontem deu banana, outra semana lá deu abacaxi, mas deu biscoito seco pra gente. Só deu um copinho de água mineral pra gente passar a tarde toda na escola, isso é um absurdo. O banheiro não tem porta, nem descarga. Um fedor insuportável”, desabafa Rafaela Carmo dos Santos, de 15 anos, aluna do 6º ano.

ASSISTA VÍDEO