Simões Filho: “Binho do Quilombo” recebe missa de sétimo dia nesta terça

Autor: Débora Souza

Publicada em


Familiares e amigos de Flavio Gabriel Pacífico dos Santos, 36 anos, conhecido como “Binho do Quilombo” poderão se lembrar do líder comunitário morto na última terça-feira (19/09), na Missa de Sétimo Dia em sua homenagem que acontece nesta terça-feira (26/09). A cerimonia será realizada na Capela de São Gonçalo no Quilombo de Palmares às 9h, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Crime

O líder comunitário, popularmente chamado por “Binho”, morreu após ser atingido com pelo menos 10 disparos de arma de fogo, na manhã da última terça-feira (19/9). O velório foi realizado na igreja de São Gonçalo em Palmares e seu sepultamento aconteceu por volta das 13h40 da quarta-feira (20/09), na Ordem Terceira de São Francisco, no Cemitério Quintas do Lázaro, Baixa de Quintas, em Salvador, onde outros familiares do Líder Quilombola estão enterrados.

Sobre Binho

Flavio Gabriel era morador do distrito de Pitanga de Palmares, nasceu no dia 31 de dezembro de 1980. Ele deixou esposa e dois filhos. O líder foi ex-assessor da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho, (SMPIR), na gestão do ex-prefeito Eduardo Alencar. O quilombola era filho de Maria Bernadete Pacífico, ex-secretária da Promoção da Igualdade Racial do município. O trabalho que ele realizava era voltado por melhorias para sua comunidade.